icons.title signature.placeholder Pedro Barboza
icons.title signature.placeholder Pedro Barboza
29/08/2015
19:17

Em casa! Este foi o sentimento que teve o diretor-executivo Rodrigo Caetano no treino do Flamengo, na manhã deste sábado, no CT do Náutico. Ex-jogador do Timbu, o dirigente rubro-negro não escondeu a felicidade de poder rever alguns ex-companheiros e, ainda por cima, ver o avanço da equipe pernambucana em termos de infraestutura. Atualmente, o centro de treinamentos conta com quatro campos oficiais, uma sala de imprensa de aproximadamente 300m² e uma grande área de hotelaria.

Bom conhecedor do ambiente alvirrubro, o dirigente Rubro-Negro atuou pelo time pernambucano em 1999. Goleiro da equipe naquele tempo, Ceará, que hoje é treinador de goleiros, deu as boas vindas a Caetano. Além dele, o diretor ainda teve a oportunidade de reencontrar o técnico e amigo Lisca, e o ex-jogador e agora auxiliar Kuki.

- Quando joguei por aqui, tinha só o Estádio dos Aflitos. Os treinos e jogos eram lá, apenas. Essa área é um avanço absurdo, principalmente pela parte de hotelaria. Estou muito feliz com isso e por poder ver um monte de amigos. Já sabia dessa área (CT), o Carlos Kila (gerente de futebol do Timbu), que é gaúcho também, havia me mostrado o projeto. Eu disse a ele que isso era uma diferença a favor, porque, o Náutico, mesmo não tendo grandes recursos financeiros para a contratação de jogadores, dá um passo à frente com essa infraestrutura. Estou muito contente - destacou Caetano.

Além da equipe pernambucana, Rodrigo Caetano já defendeu o Grêmio, Mogi Mirim, Brasil de Farroupilha, Sport, América-RN e outros clube tambem fora do paíal

Em casa! Este foi o sentimento que teve o diretor-executivo Rodrigo Caetano no treino do Flamengo, na manhã deste sábado, no CT do Náutico. Ex-jogador do Timbu, o dirigente rubro-negro não escondeu a felicidade de poder rever alguns ex-companheiros e, ainda por cima, ver o avanço da equipe pernambucana em termos de infraestutura. Atualmente, o centro de treinamentos conta com quatro campos oficiais, uma sala de imprensa de aproximadamente 300m² e uma grande área de hotelaria.

Bom conhecedor do ambiente alvirrubro, o dirigente Rubro-Negro atuou pelo time pernambucano em 1999. Goleiro da equipe naquele tempo, Ceará, que hoje é treinador de goleiros, deu as boas vindas a Caetano. Além dele, o diretor ainda teve a oportunidade de reencontrar o técnico e amigo Lisca, e o ex-jogador e agora auxiliar Kuki.

- Quando joguei por aqui, tinha só o Estádio dos Aflitos. Os treinos e jogos eram lá, apenas. Essa área é um avanço absurdo, principalmente pela parte de hotelaria. Estou muito feliz com isso e por poder ver um monte de amigos. Já sabia dessa área (CT), o Carlos Kila (gerente de futebol do Timbu), que é gaúcho também, havia me mostrado o projeto. Eu disse a ele que isso era uma diferença a favor, porque, o Náutico, mesmo não tendo grandes recursos financeiros para a contratação de jogadores, dá um passo à frente com essa infraestrutura. Estou muito contente - destacou Caetano.

Além da equipe pernambucana, Rodrigo Caetano já defendeu o Grêmio, Mogi Mirim, Brasil de Farroupilha, Sport, América-RN e outros clube tambem fora do paíal