icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
24/08/2015
16:02

Após estrear pelo Flamengo com uma vitória sobre o São Paulo, neste domingo, no Maracanã, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, Oswaldo de Oliveira terá uma missão para lá de difícil. Nesta quarta-feira, o Rubro-Negro volta ao Maraca para encarar o Vasco, na partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, com a obrigação de uma vitória por dois ou mais gols para compensar a derrota por 1 a 0 da equipe (que ainda era comandada por Cristovão Borges) no jogo de ida.

O desafio ganha maiores proporções para Oswaldo de Oliveira. Desde que retornou ao Brasil, em 2012, após ótima passagem pelo Kashima Antlers (JAP), o treinador não teve sucesso em nenhuma das competições de mata-mata. O LANCE! recorda o retrospecto do atual treinador do Flamengo em duelos decisivos.

2012 - QUEDA DO FOGÃO NA COPA DO BRASIL: VAI ENCARAR, TORCIDA? 


Oswaldo 'encara' torcida do Botafogo, em 2012, após eliminação para o Vitória (Foto: Cleber Mendes)

Em 2012, por exemplo, o Botafogo, após empatar com o Vitória, no Barradão, no jogo de ida, o Botafogo saiu na frente no confronto de volta, disputado no Estádio Nilton Santos. Porém, levou a virada e foi eliminado da competição. Nesta partida, o lateral Lucas foi expulso por colocar a mão na bola para evitar um gol, cometendo pênalti, que gerou um dos gols do time baiano. No fim desta partida, com os jogadores e ele próprio sendo vaiado, Oswaldo chegou a ir ao lado da arquibancada do estádio para encarar a torcida.

2012 - VERDÃO DERRUBA ALVINEGRO NA COPA SUL-AMERICANA

 O segundo mata-mata disputado por Oswaldo com o Botafogo foi a segunda fase da Copa Sul-Americana, também em 2012. O adversário foi o Palmeiras, time que técnico trabalho neste primeiro semestre de 2015.


Barcos comemora um dos gols que tirou o Botafogo da Sul-Americana (Foto: Eduardo Viana)

Na primeira primeira partida, que aconteceu na Arena Barueri, em Barueri, região metropolitana de São Paulo, o Alviverde venceu por 2 a 0, com dois gols de Barcos. Na volta, os alvinegros jogaram bem, venceram, por 3 a 1, mas foram eliminados da competição. Seedorf, Renato e Nicolás Lodeiro fizeram os gols dos cariocas. Patrik descontou e deu a classificação para nos paulistas.

2013 - FOGÃO DÁ ADEUS À COPA DO BRASIL COM GOLEADA E ELIMINAÇÃO PELO RIVAL

Em 2013, novamente o Botafogo de Oswaldo de Oliveira fracassou na Copa do Brasil. Desta vez, o time caiu nas quartas de final para o rival Flamengo. No jogo de ida, com mando do Glorioso, no Maracanã, houve empate por 1 a 1. André Santos marcou o tento rubro-negro e Edilson empatou para os alvinegros.


Brocador comemora após marcar seu terceiro gol contra o Botafogo (Foto: Cleber Mendes)

Na volta, também disputada no Maracanã, os rubro-negros impuseram uma goleada por 4 a 0, eliminando a equipe dirigida pelo atual técnico flamenguista. Hernane marcou três gols e Leonardo Moura completou o placar.

2014 - O SANTOS ATÉ SEGUIU NA COPA DO BRASIL. JÁ OSWALDO...

Após dois anos comandando o Botafogo, Oswaldo de Oliveira se transferiu para o Santos, em 2014. No Peixe, o treinador levou o time até às oitavas de final, quando enfrentou o Grêmio. No primeiro jogo, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, os santistas venceram por 2 a 0. No entanto, este jogo ficou marcado pelo caso de racismo sofrido pelo goleiro Aranha, atualmente no Palmeiras, que à época defendia o Santos.


Aranha sofreu racismo no último jogo de Oswaldo pelo Peixe na Copa BR-2014 (Foto: Ricardo Rímoli)
 

Aranha foi xingado de macaco por uma torcedora gremista. O clube de Porto Alegre foi punido e eliminado da competição. Logo em seguida, Oswaldo foi demitido pela diretoria santista. No lugar dele entrou Enderson Moreira, que levou o time até à semifinal, sendo eliminado pelo Cruzeiro, que terminou o campeonato perdendo para o Atlético-MG.

Após estrear pelo Flamengo com uma vitória sobre o São Paulo, neste domingo, no Maracanã, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, Oswaldo de Oliveira terá uma missão para lá de difícil. Nesta quarta-feira, o Rubro-Negro volta ao Maraca para encarar o Vasco, na partida de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, com a obrigação de uma vitória por dois ou mais gols para compensar a derrota por 1 a 0 da equipe (que ainda era comandada por Cristovão Borges) no jogo de ida.

O desafio ganha maiores proporções para Oswaldo de Oliveira. Desde que retornou ao Brasil, em 2012, após ótima passagem pelo Kashima Antlers (JAP), o treinador não teve sucesso em nenhuma das competições de mata-mata. O LANCE! recorda o retrospecto do atual treinador do Flamengo em duelos decisivos.

2012 - QUEDA DO FOGÃO NA COPA DO BRASIL: VAI ENCARAR, TORCIDA? 


Oswaldo 'encara' torcida do Botafogo, em 2012, após eliminação para o Vitória (Foto: Cleber Mendes)

Em 2012, por exemplo, o Botafogo, após empatar com o Vitória, no Barradão, no jogo de ida, o Botafogo saiu na frente no confronto de volta, disputado no Estádio Nilton Santos. Porém, levou a virada e foi eliminado da competição. Nesta partida, o lateral Lucas foi expulso por colocar a mão na bola para evitar um gol, cometendo pênalti, que gerou um dos gols do time baiano. No fim desta partida, com os jogadores e ele próprio sendo vaiado, Oswaldo chegou a ir ao lado da arquibancada do estádio para encarar a torcida.

2012 - VERDÃO DERRUBA ALVINEGRO NA COPA SUL-AMERICANA

 O segundo mata-mata disputado por Oswaldo com o Botafogo foi a segunda fase da Copa Sul-Americana, também em 2012. O adversário foi o Palmeiras, time que técnico trabalho neste primeiro semestre de 2015.


Barcos comemora um dos gols que tirou o Botafogo da Sul-Americana (Foto: Eduardo Viana)

Na primeira primeira partida, que aconteceu na Arena Barueri, em Barueri, região metropolitana de São Paulo, o Alviverde venceu por 2 a 0, com dois gols de Barcos. Na volta, os alvinegros jogaram bem, venceram, por 3 a 1, mas foram eliminados da competição. Seedorf, Renato e Nicolás Lodeiro fizeram os gols dos cariocas. Patrik descontou e deu a classificação para nos paulistas.

2013 - FOGÃO DÁ ADEUS À COPA DO BRASIL COM GOLEADA E ELIMINAÇÃO PELO RIVAL

Em 2013, novamente o Botafogo de Oswaldo de Oliveira fracassou na Copa do Brasil. Desta vez, o time caiu nas quartas de final para o rival Flamengo. No jogo de ida, com mando do Glorioso, no Maracanã, houve empate por 1 a 1. André Santos marcou o tento rubro-negro e Edilson empatou para os alvinegros.


Brocador comemora após marcar seu terceiro gol contra o Botafogo (Foto: Cleber Mendes)

Na volta, também disputada no Maracanã, os rubro-negros impuseram uma goleada por 4 a 0, eliminando a equipe dirigida pelo atual técnico flamenguista. Hernane marcou três gols e Leonardo Moura completou o placar.

2014 - O SANTOS ATÉ SEGUIU NA COPA DO BRASIL. JÁ OSWALDO...

Após dois anos comandando o Botafogo, Oswaldo de Oliveira se transferiu para o Santos, em 2014. No Peixe, o treinador levou o time até às oitavas de final, quando enfrentou o Grêmio. No primeiro jogo, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, os santistas venceram por 2 a 0. No entanto, este jogo ficou marcado pelo caso de racismo sofrido pelo goleiro Aranha, atualmente no Palmeiras, que à época defendia o Santos.


Aranha sofreu racismo no último jogo de Oswaldo pelo Peixe na Copa BR-2014 (Foto: Ricardo Rímoli)
 

Aranha foi xingado de macaco por uma torcedora gremista. O clube de Porto Alegre foi punido e eliminado da competição. Logo em seguida, Oswaldo foi demitido pela diretoria santista. No lugar dele entrou Enderson Moreira, que levou o time até à semifinal, sendo eliminado pelo Cruzeiro, que terminou o campeonato perdendo para o Atlético-MG.