Guerrero em treino do Flamengo (Gilvan de Souza /Flamengo)

Guerrero em treino do Flamengo (Gilvan de Souza /Flamengo)

Paulo Victor Reis
08/04/2016
09:00
Rio de Janeiro (RJ)

Sem marcar nos últimos cinco jogos que disputou pelo Flamengo, Guerrero vive um incômodo jejum. Apesar da fase ruim, o peruano conta com todo o apoio dos companheiros e também do técnico Muricy Ramalho. Mesmo que esteja devendo recentemente, o camisa 9 segue como artilheiro da equipe na temporada, com seis gols.

- Guerrero é um grande jogador, um goleador, que conta com o nosso apoio. Ele segue trabalhando como sempre. Ele faz um trabalho coletivo muito importante para a equipe - disse o volante Cuéllar. 

O atacante Marcelo Cirino, que vive bom momento, com dois gols nos dois últimos jogos, também confia no potencial do parceiro de ataque.

- Falta um pouco de sorte ao Guerrero. Claro que é sempre bom caprichar, mas a gente tem que fazer a bola chegar nele, pois é nosso homem-gol - comentou o camisa 7.


O técnico Muricy Ramalho também saiu em defesa do seu goleador recentemente, em entrevista após o clássico contra o Botafogo.

- Temos que elogiar o comprometimento que ele tem: pela história que ele tem. Por fazer o que está fazendo, temos que dar os parabéns ao Guerrero. Com certeza que, bem descansado e treinado, ele vai nos ajudar muito - comentou o treinador.