Flamengo x Confiança

Flamengo perdeu de 1 a 0, mesmo com um a mais desde o primeiro tempo (Foto: JORGE HENRIQUE/FUTURA PRESS)

LANCE!
18/03/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

O Flamengo levou força máxima para Sergipe, basicamente, por um objetivo: vencer por dois gols de diferença e, consequentemente, eliminar o jogo da volta. Por ironia do destino, não conseguiu, nem mesmo com um jogador a mais desde os nove minutos do primeiro tempo. Ainda por cima perdeu por 1 a 0. Agora, o clube soma os prejuízos que o resultado trouxe tanto aos cofres quanto ao calendário, que fica ainda mais inchado do que ele já é.


Pelo regulamento da Copa do Brasil, o time que elimina o jogo da volta fica com 60% da renda líquida da partida, que foi de R$ 853.833,01. Se tivesse vencido por dois gols ou mais, o Rubro-Negro teria abocanhado cerca de R$ 512.299,00. Os outros 40% seriam do Confiança. Para completar, o jogo da volta está marcado, a princípio, para o Raulino de Oliveira, onde o máximo de renda líquida que o Flamengo conseguiu neste ano foi R$ 66.077,48 – que dividido com o adersário caiu para R$ 27.469,51. Isso quando não ficou no prejuízo.

– Sou torcedor e estou muito chateado com o resultado de ontem (quarta). Mas eu já vi o time campeão do mundo de 81 perder no Maracanã para o Botafogo-PB. Então, zebras acontecem. Ouvi a entrevista do Muricy, jogamos mal e merecemos perder. Mas vamos buscar a recuperação – minimizou o presidente Eduardo Bandeira de Mello, em entrevista à TV Folha, ontem.

Para completar, o calendário ainda ficará mais apertado, já que uma data poderia ser excluída e não foi. A volta será no dia 20/4 e ainda terá o desgaste pela viagem a Volta Redonda. Cuéllar também tentou minimizar o resultado.

– Creio que o que vínhamos fazendo era muito bom. Não somos máquinas para fazer tudo perfeito, mas buscamos o carrinho correto. Tivemos um tropeço e agora temos de virar a página – comentou o colombiano.

Antes de pensar no jogo da volta, o Flamengo ainda tem compromissos pelo Estadual - o próximo é o clássico de domingo, contra o Fluminense, no Pacaembu - e pela Primeira Liga - encara o Atlético-PR, quarta, em Juiz de Fora, pela semifinal da competição. Os jogadores já treinaram na quinta à tarde.