João Pedro Granette 
12/01/2017
11:52
Rio de Janeiro (RJ)

Primeiro reforço anunciado pelo Flamengo para a temporada, o lateral-esquerdo peruano Miguel Trauco foi apresentado oficialmente na manhã desta quinta-feira, no Centro de Treinamento do Ninho do Urubu. O jogador de 24 anos tem passagens pela seleção peruana e estava no Universitário, do Peru. Em 2016, ele foi eleito o melhor jogador do campeonato nacional. 

Contrato do peruano com o Flamengo será de três anos e jogador comentou a escolha para atuar com a camisa do Rubro-Negro já que teve propostas de outros clubes, incluindo o América do México:

- Estou muito feliz de estar aqui, é um time grande. Sei da história do Flamengo. Sei a vitrine que o clube pode me dar. Estava livre e por isso decidir vir para cá.


Jogador elogiou o Centro de Treinamento do Ninho do Urubu e afirmou estar em boa forma física, já que última partida foi dia 14 de dezembro, pelo Universitário (PER).

- O CT é muito bom, nos da uma tranquilidade para trabalhar aqui. Nas férias fiquei treinando por conta própria, algumas partidas de futebol com meus amigos e também academia. Meu último jogo oficial foi dia 14 de dezembro, pelo Universitário.

Compatriota de Guerrero, o lateral-esquerdo falou sobre a relação com o atacante do Flamengo e da seleção peruana. 

- Isto vai ser importante, conheço o Guerrero da seleção. Então dentro do campo nos conhecemos muito bem, quero aproveitar o máximo - afirmou Trauco. 

Miguel Trauco falou um pouco sobre suas características de jogo. De acordo com as declarações, peruano demostrou ser bastante ofensivo. 

- A torcida pode esperar muito trabalho e muito sacrifício. Sou muito ofensivo, gosto de atacar, tenho um bom cruzamento e participar das jogadas de gol.

É a primeira experiência de Trauco fora do futebol peruano. 

- Primeira vez que vou jogar fora do país. espero que a adaptação seja da melhor maneira - declarou o lateral-esquerdo de 24 anos. 

Desde segunda-feira no Brasil, Trauco falou sobre a adaptação ao Rio de Janeiro e ao idioma. Segundo ele, ajuda dos estrangeiros será fundamental. 

- Tenho poucos dias no Rio, então não tive tempo de ver muita coisa no Rio. No idioma por enquanto os companheiros estrangeiros me ajudam, mas acredito que vou pegar rápido.