LANCE!
25/04/2016
08:52
Rio de Janeiro (RJ)

Desde o início do ano no comando do Flamengo, Muricy Ramalho tem intensificado esforços para dar uma nova cara para a equipe rubro-negra. Muitas peças chegaram como Mancuello, Juan, Arão, Fernandinho, entre outros, porém os erros continuam evidentes. O Fla é limitado defensivamente e isso pode prejudicar e muito a equipe no Campeonato Brasileiro.

No Carioca, o Fla foi eliminado, então o pensamento agora deve ser de analisar os erros e pensar em alternativas para consertar as falhas. A defesa é a prioridade. Juan, experiente e ídolo, tem vaga garantida. Contudo, o capitão Wallace e o reserva Cesar Martins seguem muito aquém do que podem produzir. É o momento do Muricy olhar para a base e buscar uma alternativa, visto que o mercado está cada vez mais complicado.

No ataque temos mais opções. Guerrero, mesmo não vivendo seus melhores dias, é a referência e quando a bola resolver chegar de forma clara, ele resolverá. Cirino segue fazendo bons jogos e é o nome ideal para formar a dupla de ataque. Fernandinho, Sheik e Vizeu são as opções no banco. No meio-campo Mancuello é quem comanda, mas a equipe não pode depender exclusivamente de um jogador, logo alternativas terão que ser pensadas por Muricy. Já vimos que o 4-4-3 não é a melhor opção, pois a equipe fica vulnerável defensivamente.   

A única certeza que o Flamengo tem para o Brasileiro é que terá muito trabalho. E não é por menos que o próprio técnico é o inventor de uma das frases mais emblemáticas do futebol "Aqui é trabalho". 

*Rafael Pereira, editor do LANCE