Flamengo x Fluminense

Muricy citou o caso do meia Ederson, que foi substituído com câimbras no Fla-Flu deste domingo

Fábio Suzuki
20/03/2016
19:18
São Paulo (SP) 

A maratona de jogos por disputar três campeonatos consecutivos e as várias viagens por não poder jogar no Rio de Janeiro obrigarão o Flamengo a realizar um rodízio de atletas nas próximas partidas. Segundo o técnico Muricy Ramalho, a comissão técnica e o departamento de fisiologia do clube chegaram à conclusão que os jogadores não poderão atuar todos os jogos por conta do desgaste físico e alterações devem ser feitas no time titular para a partida da próxima quarta-feira, contra o Atlético-PR, pela Copa da Primeira Liga.


- Nós e o pessoal da fisiologia chegamos à conclusão que temos que fazer rodízio pra aguentar essa maratona. Para o jogo de hoje, perguntamos a possibilidade de cada um e quem quisesse ficaria de fora. Mas daqui pra frente devemos mudar – comentou o treinador rubro-negro.

Um dos jogadores com maior desgaste físico do elenco do Flamengo é o meia Ederson, que foi substituído por sentir câimbras durante o Fla-Flu e será avaliado nos próximos dias para entrar em campo no jogo da próxima quarta.

- O Ederson já foi bem melhor. Mas no segundo tempo ele começou a ter câimbras e temos que ter muito cuidado com esse jogador – afirmou o treinador do Flamengo.


Apesar dos problemas físicos que o elenco tem sofrido, Muricy afirmou que os jogadores terão que superar já no próximo jogo contra o Atlético-PR, que vale vaga na final da Copa da Primeira Liga. 

- Acho que é ter espírito de clássico para quarta. Temos que passar por cima da dor e ser parceiro dentro de campo - apontou o treinador.