Copa Sul Minas - Flamengo x Figueirense (foto:Francisco Stuckert/Lancepress!)

Ederson foi titular novamente no empate com o Figueirense, em Brasília (foto:Francisco Stuckert/Lancepress!)

LANCE!
10/03/2016
10:00

Escolhido pelo técnico Muricy Ramalho para entrar na vaga do lesionado Mancuello, o meia Ederson foi titular novamente no empate com o Figueirense, na quarta-feira, em Brasília, pela Primeira Liga. O camisa 10 ganhou elogios do treinador, que comemorou o fato de ele não sentir lesão, mas apenas lamentou que ele tenha pedido para sair antes do previsto.

- Estamos com muito cuidado com ele porque está sentindo demais os jogos, ficando com a perna pesada. Pediu para sair muito cedo, a ideia era segurar um pouco mais, mas o bom é que ele não está sentindo lesão. A dor é normal, mas se percebe que é diferenciado. Tem muita força e quando estiver 100% vai nos ajudar bastante - comentou o treinador rubro-negro.

Para o camisa 10, a postura defensiva do Figueirense dificultou um pouco a vida do Flamengo, mas o importante foi a classificação para a semifinal.

– O Figueirense veio com uma proposta de jogar os 90 minutos atrás da linha da bola. Mas foi um jogo bom, até. Estamos classificados e agora vamos pensar na próxima fase – disse o meia, na saída do gramado.

Ederson estreou na temporada no sábado passado, quando foi titular na vitória sobre o Bangu, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Carioca. Naquela partida, ficou em campo por 70 minutos. Ontem, um pouco menos: 65 minutos. Em ambas teve participação em gols. Considerado um dos principais jogadores do elenco, o camisa 10 passou por um trabalho específico no Centro de Excelência em Performance do Flamengo desde o início do ano para reforçar a musculatura e prevenir lesões, algo que atormentou a vida do atleta nos últimos anos.