Jayme fará terceiro jogo seguido à frente do Flamengo (Gilvan de Souza/ Flamengo)

Jayme fará terceiro jogo seguido à frente do Flamengo (Gilvan de Souza/ Flamengo)

Paulo Victor Reis
25/05/2016
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Em meio a incertezas sobre o futuro do futebol do clube, o Flamengo entra em campo na noite desta quarta-feira, às 21h, contra a Chapecoense. A partida é válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro e será realizada no Estádio Raulino de Oliveira. 

O Rubro-Negro jogará pela terceira vez consecutiva sem Muricy Ramalho à beira do gramado. O treinador realizou exames médicos ontem, em São Paulo, e ainda não deu uma posição para a diretoria. O clube espera o posicionamento do treinador para anunciar mudanças no futebol. Por enquanto, silêncio absoluto, sem responder a especulações.

Até a noite de terça-feira, Muricy não tinha informado qual era a avaliação dos médicos. Alguns veículos de imprensa afirmam que a família do técnico faz pressão para ele abandonar a carreira. O treinador tem contrato com o Rubro-Negro até o fim de 2017 e só sai se quiser. Até porque, há uma multa rescisória de cerca de R$ 7,5 milhões que o protege.


A única certeza no momento é que uma vitória sobre a Chapecoense viria num ótimo momento, para, pelo menos, amenizar as críticas e cobranças. O elenco e o departamento de futebol podem sofrer alterações ainda nesta semana, dependendo da situação de Muricy. Diretor executivo, Rodrigo Caetano tem o cargo ameaçado há algum tempo, mas não está descartado no clube.
Se a vitória é muito importante, uma derrota, por outro lado, pode causar ainda mais danos na crise do clube. Até mesmo setores de apoio do presidente Bandeira de Mello já cobram melhores resultados no futebol e fazem reivindicações mais duras, inclusive publicamente. Alguns deles pedem a contratação de um gerente de futebol rubro-negro, até mesmo para criar maior identificação da diretoria com a torcida.

A insatisfação com o futebol do clube é muito grande em meio aos conselheiros rubro-negros. Ex-presidentes têm se mostrado preocupados com os rumos da equipe.

Contra o Grêmio, no domingo passado, o Flamengo apresentou uma melhora em relação aos últimos jogos. Por outro lado, o time voltou a se mostrar frágil para buscar a reação durante a partida. A expectativa interna é de que o time consiga se impor diante da Chapecoense para conquistar uma importante vitória na Cidade do Aço.

CHAPECOENSE MIRA SEGUNDA VITÓRIA

Uma das atrações da Chapecoense na partida é o zagueiro Rafael Lima. O jogador acertou a prorrogação de seu contrato até o fim do ano e irá completar 200 paridas com a camisa do campeão catarinense.

- Cada vez que entro em campo com a camisa da Chapecoense é especial - disse o defensor em suas redes sociais.

A Chapecoense não contará com o meia Ananias, que saiu machucado na vitória sobre o América-MG e está vetado para a partida. 

FLAMENGO X CHAPECOENSE:

Data/Horário: 25/5/2016, às 21h
Estádio: Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Árbitro: Diego Almeida Real (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)

FLAMENGO: Paulo Victor, Rodinei, Léo Duarte, Juan e Jorge; Márcio Araújo, Arão, Alan Patrick e Everton; Emerson e Felipe Vizeu (Ederson). Técnico: Jayme de Almeida.

CHAPECOENSE: Danilo; Gimenez, Rafael Lima, Willian Thiego e Dener; Josimar, Gil, Cleber Santana, Lucas Gomes e Silvinho; Bruno Rangel. Técnico: Guto Ferreira.