Zé Ricardo foi festejado pela torcida após vitória (Rodrigo Coca / Flamengo)

Flamengo venceu a Ponte Preta neste domingo (Foto: Thiago Calil/Photopress/Lancepress!)

LANCE!
29/05/2016
14:36
Rio de Janeiro (RJ)

O técnico Zé Ricardo teve a estreia dos sonhos no comando do Flamengo, neste domingo. O time comandado por ele venceu a Ponte Preta, de virada, por 2 a 1, no Moisés Lucarelli. O treinador interino adotou um tom humilde em entrevista coletiva após o jogo, mas se colocou à disposição da diretoria para continuar o trabalho. Ele já tinha chances reais de ser efetivado e ganha ainda mais força com este resultado positivo.


- Estou muito feliz com a oportunidade que a direção me deu. Agradeço ao Muricy que não está mais com a gente, desejo que ele se recupere, ainda tem muito a dar ao futebol brasileiro. Quero agradecer a todos os setores do clube. O futebol é dinâmico, mas estou tranquilo com o trabalho. Se for para continuar, vou trabalhar o máximo que puder. Mas se tiver que voltar ao sub-20, retorno, pois gosto de fazer este trabalho. Estou bem tranquilo - garantiu o comandante rubro-negro.


Zé Ricardo teve apenas dois treinos com os jogadores do Flamengo antes do duelo contra a Macaca. Ele foi municiado de informações pelo centro de análise e desempenho do clube para escalar a equipe. Além disso, conversou muito com o auxiliar técnico de Muricy Ramalho, Tata, que segue no Flamengo fazendo um trabalho de transição.

- Resolvemos fazer algumas modificações em virtude da característica da equipe da Ponte Preta. Me coloquei ao lado deles (comissão) para dividir opiniões. Tata me ajudou muito no banco, me chamou para conversar, dando a opinião dele, colocou informações pertinentes. Foi um trabalho que todo mundo merece parabéns. Com ajuda do Cad (Centro de Análise e Desempenho), do Muricy e do Jayme, buscamos as melhores informações e montamos a melhor equipe que pudesse buscar o resultado - comentou.

Zé Ricardo finalizou a entrevista com uma declaração muito otimista. Ele está confiante de que pode desenvolver um bom trabalho à frente da equipe.

- As informações que tenho é de um grupo muito bom de trabalhar. Não vejo como não dar certo. Os atletas são qualificados, com bom trabalho e qualidade, só podemos acreditar que o time vai crescer - afirmou.