icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/08/2015
16:57



O jogo era sub-20. Mas mostrou todas as características de uma partida entre profissionais. Pelo Campeonato Brasileiro da categoria, Flamengo e Fluminense se enfrentaram na tarde desta quarta-feira, na Gávea, para decidir quem iria para a final da competição. Mesmo com o presença da torcida rubro-negra, o Tricolor se deu a melhor e venceu por 2 a 0, garantindo vaga na final do torneio. De forma invicta e muito merecida, diga-se de passagem.

Com o resultado, o Fluminense agora espera a definição do outro finalista, que será decidido em jogos desta quinta-feira. O Bahia enfrenta o Cruzeiro e o Vitória duela contra a Ponte Preta. O time mineiro precisa apenas de um empate para se classificar. Já o Vitória, para ficar com a vaga, necessita vencer e torcer por uma derrota do Cruzeiro. O primeiro jogo da final ocorre na próxima semana.

Até por ter iniciado o jogo precisando da vitória para se classificar - o Fluminense entrou com a vantagem do empate -, o Flamengo foi quem começou pressionando pelo resultado. Logo no início, aos 11 minutos, o Rubro-Negro teve duas boas chances. Primeiro com Cafú, que arriscou de fora da área e a bola passou com perigo, e depois com Felipe Vizeu, que dominou e de primeira tirou tinta da trave.

Clássico entre rubro-negros e tricolores foi disputado na Gávea (foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O Fluminense começou a conseguir o espaço pouco após ser pressionado pelo Fla, e saiu na frente do marcador. Aos 19 minutos, Ronaldo derruba Matheus Pato dentro da grande área e o árbitro João Batista de Arruda assinala a penalidade. Na cobrança, no minuto seguinte, Douglas desloca o goleiro João Lopes e coloca o Tricolor na frente: 1 a 0.

Atrás do marcador, os jovens jogadores do Flamengo demostraram certo nervosismo e sentiram o gol sofrido no resultado. Enquanto o Rubro-Negro passara a quase não criar, o Fluminense passou a dominar o meio de campo e levava bastante perigo ao adversário. Aos 31 minutos, por exemplo, Matheus Pato fez grande jogada e obrigou João Lopes a fazer excelente defesa.

Na volta do intervalo, o Fluminense continuou pressionando, não encontrando dificuldade em furar a defesa do Flamengo. Logo aos cinco minutos do segundo tempo, Daniel recebeu a bola de Breno, ajeitou com carinho e acertou um belo chute na trave rubro-negra. Neste momento, os torcedores do Fla, presentes no estádio, diminuíram o ritmo dos cantos de apoio na busca da virada.

Aos 25 minutos, o Fluminense teve a grande chance de chegar ao segundo gol. Felipe, da direita, chutou forte e fez o goleiro João Lopes a fazer mais uma ótima defesa. Se não fosse o goleiro do Flamengo, a vitória do Tricolor seria por um placar elástico, vale ressaltar. Aos 26 e 28, Felipe e Pedro, respectivamente, criaram boas jogadas e obrigaram o goleiro flamenguista a fazer outros milagres.

No fim, aos 30 minutos, Marquinhos foi expulso e deixou o Flamengo com um a menos. A inferioridade numéria no placar e nos jogadores deixou o Rubro-Negro ainda mais abalado e sem nenhuma reação em campo. No último lance da partida, aos 49 minutos, Matheus Pato aproveitou grande jogada pela direita e contou com uma grande falha de João Lopes, que deixou o Fluminense ampliar o marcador. Fim de jogo, 2 a 0 para o Tricolor, resultado merecido que premia uma campanha brilhante e faz o clube chegar como favorito na decisão do título.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 0 X 2 FLUMINENSE

Estádio: Gávea, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 19/8/2015 - 15h (de Brasília)
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)
Auxiliares: Eduardo de Souza Couto (RJ) e Gabriel Conti Viana (RJ)
Renda/público: Entrada franca/não disponível
Cartões amarelos: Ronaldo, Léo Duarte (FLA) e Nogueira (FLU)
Cartão vermelho: Marquinhos 30'/2ºT (FLA)

GOLS: Douglas 20'/1T (0-1) e Matheus Pato 49'/2ºT (0-2)

FLAMENGO: João Lopes, Thiago Ennes, Léo Duarte, Willyan e Ronaldo (Alan 20'/2ºT); Marquinhos, Cafú, Trindade (Paquetá intervalo) e Felipe Vizeu; Matheus Savio (Rafael Santos 31'/2ºT) e Thiago Santos. Técnico: Zé Ricardo.

FLUMINENSE: Matheus, Breno, Nogueira, Derlan e Leonardo; Luiz Fernando, Douglas, Daniel (Bonilha 36'/2ºT) e Marquinhos (Peu 16'/2ºT); Pedro (Felipe 16'/2ºT) e Matheus Pato. Técnico: Luiz Felipe Santos.



O jogo era sub-20. Mas mostrou todas as características de uma partida entre profissionais. Pelo Campeonato Brasileiro da categoria, Flamengo e Fluminense se enfrentaram na tarde desta quarta-feira, na Gávea, para decidir quem iria para a final da competição. Mesmo com o presença da torcida rubro-negra, o Tricolor se deu a melhor e venceu por 2 a 0, garantindo vaga na final do torneio. De forma invicta e muito merecida, diga-se de passagem.

Com o resultado, o Fluminense agora espera a definição do outro finalista, que será decidido em jogos desta quinta-feira. O Bahia enfrenta o Cruzeiro e o Vitória duela contra a Ponte Preta. O time mineiro precisa apenas de um empate para se classificar. Já o Vitória, para ficar com a vaga, necessita vencer e torcer por uma derrota do Cruzeiro. O primeiro jogo da final ocorre na próxima semana.

Até por ter iniciado o jogo precisando da vitória para se classificar - o Fluminense entrou com a vantagem do empate -, o Flamengo foi quem começou pressionando pelo resultado. Logo no início, aos 11 minutos, o Rubro-Negro teve duas boas chances. Primeiro com Cafú, que arriscou de fora da área e a bola passou com perigo, e depois com Felipe Vizeu, que dominou e de primeira tirou tinta da trave.

Clássico entre rubro-negros e tricolores foi disputado na Gávea (foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O Fluminense começou a conseguir o espaço pouco após ser pressionado pelo Fla, e saiu na frente do marcador. Aos 19 minutos, Ronaldo derruba Matheus Pato dentro da grande área e o árbitro João Batista de Arruda assinala a penalidade. Na cobrança, no minuto seguinte, Douglas desloca o goleiro João Lopes e coloca o Tricolor na frente: 1 a 0.

Atrás do marcador, os jovens jogadores do Flamengo demostraram certo nervosismo e sentiram o gol sofrido no resultado. Enquanto o Rubro-Negro passara a quase não criar, o Fluminense passou a dominar o meio de campo e levava bastante perigo ao adversário. Aos 31 minutos, por exemplo, Matheus Pato fez grande jogada e obrigou João Lopes a fazer excelente defesa.

Na volta do intervalo, o Fluminense continuou pressionando, não encontrando dificuldade em furar a defesa do Flamengo. Logo aos cinco minutos do segundo tempo, Daniel recebeu a bola de Breno, ajeitou com carinho e acertou um belo chute na trave rubro-negra. Neste momento, os torcedores do Fla, presentes no estádio, diminuíram o ritmo dos cantos de apoio na busca da virada.

Aos 25 minutos, o Fluminense teve a grande chance de chegar ao segundo gol. Felipe, da direita, chutou forte e fez o goleiro João Lopes a fazer mais uma ótima defesa. Se não fosse o goleiro do Flamengo, a vitória do Tricolor seria por um placar elástico, vale ressaltar. Aos 26 e 28, Felipe e Pedro, respectivamente, criaram boas jogadas e obrigaram o goleiro flamenguista a fazer outros milagres.

No fim, aos 30 minutos, Marquinhos foi expulso e deixou o Flamengo com um a menos. A inferioridade numéria no placar e nos jogadores deixou o Rubro-Negro ainda mais abalado e sem nenhuma reação em campo. No último lance da partida, aos 49 minutos, Matheus Pato aproveitou grande jogada pela direita e contou com uma grande falha de João Lopes, que deixou o Fluminense ampliar o marcador. Fim de jogo, 2 a 0 para o Tricolor, resultado merecido que premia uma campanha brilhante e faz o clube chegar como favorito na decisão do título.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 0 X 2 FLUMINENSE

Estádio: Gávea, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 19/8/2015 - 15h (de Brasília)
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)
Auxiliares: Eduardo de Souza Couto (RJ) e Gabriel Conti Viana (RJ)
Renda/público: Entrada franca/não disponível
Cartões amarelos: Ronaldo, Léo Duarte (FLA) e Nogueira (FLU)
Cartão vermelho: Marquinhos 30'/2ºT (FLA)

GOLS: Douglas 20'/1T (0-1) e Matheus Pato 49'/2ºT (0-2)

FLAMENGO: João Lopes, Thiago Ennes, Léo Duarte, Willyan e Ronaldo (Alan 20'/2ºT); Marquinhos, Cafú, Trindade (Paquetá intervalo) e Felipe Vizeu; Matheus Savio (Rafael Santos 31'/2ºT) e Thiago Santos. Técnico: Zé Ricardo.

FLUMINENSE: Matheus, Breno, Nogueira, Derlan e Leonardo; Luiz Fernando, Douglas, Daniel (Bonilha 36'/2ºT) e Marquinhos (Peu 16'/2ºT); Pedro (Felipe 16'/2ºT) e Matheus Pato. Técnico: Luiz Felipe Santos.