Oswaldo de Oliveira (Divulgação/Flamengo)

Oswaldo de Oliveira vem perdendo força interna no Flamengo nas últimas semanas (Foto: Divulgação/Flamengo)

David Nascimento e Pedro Barboza
20/11/2015
16:09
Rio de Janeiro (RJ)

Faltam apenas três jogos para o fim da temporada, e com o adeus a 2015 próximo, o Flamengo já virou os olhos para 2016. A medida, de cara, fez a diretoria abdicar da ideia inicial de começar a tratar o assunto somente após o resultado da eleição presidencial no dia 7 de dezembro, apesar de continuar usando a data como parâmetro para concretizar as ideias. O primeiro assunto abordado pela cúpula, segundo apuração do LANCE!, está relacionado ao futebol, principalmente na questão do treinador. Oswaldo de Oliveira perdeu força interna nas últimas semanas, fazendo o clube ter Muricy Ramalho, Cuca e Abel Braga na mira para substituí-lo no cargo.

Oswaldo de Oliveira vem se incomodando com a forma a qual o assunto de sua permanência em 2016 está sendo tratada pela cúpula do Flamengo. Apesar disto, publicamente, permanece se dizendo tranquilo e continua com a mesma intensidade nos treinamentos deste fim de ano. O atual contrato dele com o Rubro-Negro é válido até o fim de 2016, mas uma rescisão na virada do ano não acarretaria uma multa substancial ao Flamengo.

Concretizações serão feitas pela diretoria do Flamengo somente após o resultado da eleição no fim do ano

O Flamengo, apesar de já ter consultado, ainda não fez contatos formais com Muricy Ramalho, Cuca e Abel Braga - inclusive, é nesta ordem que a diretoria rubro-negra vem dando prioridade. Um técnico estrangeiro, desejo de alguns pares na Gávea, não vem sendo considerado até agora pela cúpula do clube.

Vale lembrar que Muricy Ramalho, Cuca e Abel Braga são três desejos antigos da diretoria do Flamengo. Desde a saída de Ney Franco, em julho do ano passado, os nomes figuram na lista rubro-negra, mas por detalhes de mercado, o clube acabou fechando com outros treinadores. Outro ponto que vale salientar é o de que já são oito treinadores que passaram pelo Flamengo nos três anos de gestão Eduardo Bandeira de Mello: Dorival Júnior, Jorginho, Mano Menezes, Jayme de Almeida, Ney Franco, Vanderlei Luxemburgo, Cristovão Borges e Oswaldo de Oliveira.

Atualmente, Muricy Ramanho está sem clube, Cuca dirige o Shandong Luneng, da China, e Abel Braga o Al-Jazira, dos Emirados Árabes. O LANCE! entrou em contato com o presidente Eduardo Bandeira de Mello, mas ele não respondeu ao questionamento.

> VEJA GALERIA COM OS TÉCNICOS DO FLAMENGO NESTA GESTÃO: