Mancuello (Foto: AFP)

Federico Mancuello vem sendo destaque nos últimos anos pelo Independiente (Foto: AFP)

Pedro Barboza
04/01/2016
08:15
Rio de Janeiro (RJ)

O meia argentino Federico Mancuello é mesmo o principal objetivo a ser conquistado pela diretoria do Flamengo para a temporada 2016. Mesmo que isso demore um pouco mais do que o programado inicialmente. A diretoria rubro-negra não quer que as investidas sejam em vão assim como outros nomes já almejados, que acabaram não tendo um desfecho positivo com o clube da Gávea.

Para isso, a diretoria pretende vencer os argentinos não só pelo “cansaço” – mantendo contato quase que diariamente. Além disso, a tendência é colocar na mesa uma quantia um pouco superior aos US$ 3 milhões de dólares (R$ 12 milhões) pela fatia de 50% do meia – valor menor do que os US$ 5 milhões (R$ 19,7 milhões) pretendidos pela cúpula do Independiente. O clube não confirma a situação, mas deixa claro que Mancuello é um jogador que segue nos planos para reforçar a equipe em 2016, e que a negociação segue a todo vapor.

Esta será a quarta “investida” do Flamengo no jogador que foi destaque da equipe argentina nos últimos anos. Recentemente, o diretor-executivo, Rodrigo Caetano, e o diretor-geral, Fred Luz, estiveram pessoalmente em Bueno Aires para agilizar as conversas.


Vale destacar, porém, que a primeira oferta do Flamengo por Mancuello foi na casa de US$ 2 milhões (R$ 7,9 milhões), recusada prontamente. Conseguiu, logo em seguida, elevar a proposta para US$ 2,5 milhões (R$ 9,8 milhões).

A expectativa da cúpula rubro-negra é que a negociação se concretize até o fim de janeiro. Mesmo com o alto valor envolvido, os rubro-negros esperam trabalhar no limite de US$ 3,5 milhões (R$ 13,8 milhões) para a liberação. Só o tempo dirá o fim desta novela.