estádio Raulino de Oliveira

Raulino de Oliveira deve seguir como a casa do Flamengo no Campeonato Carioca (Foto: Divulgação)

João Matheus Ferreira
07/03/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

A diretoria do Flamengo pretende manter o Raulino de Oliveira como casa nos jogos contra times pequenos do Rio durante a Taça Guanabara, a segunda fase do Campeonato Carioca, que começa nesta semana. No total, serão sete jogos, mas quatro deles contra equipes de menor porte. Nesses, quando o Rubro-Negro for mandante, a ideia é levar para Volta Redonda.

Inclusive, o jogo contra o Madureira, pela rodada inicial da Taça Guanabara, já está confirmado pela Ferj para Volta Redonda. O duelo, com mando rubro-negro, será neste sábado, às 16h.


O estádio agrada ao técnico Muricy Ramalho, que já elogiou o gramado por diversas vezes. A logística também é favorável, já que a cidade fica a cerca de duas horas do Rio. O problema do Raulino é que a diretoria não considera rentável. Cabe apenas 20 mil torcedores e não costuma estar lotado. Justamente por isso, o clube pretende adotar o Mané Garrincha, em Brasília, como casa no Campeonato Brasileiro, mas ainda precisa se resolver com a Ferj e a CBF antes de confirmar a "mudança" para a capital federal.

Nesta nova fase do Carioca também terão três clássicos, mas a diretoria rubro-negra não confirma onde devem ser essas partidas. A decisão será de acordo com o rival.