Mane Garrincha (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Mané Garrincha pode não ser mais a casa do Flamengo no Brasileirão (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

LANCE!
26/02/2016
19:08
Rio de Janeiro (RJ)

O Mané Garrincha pode não ser mais a sede do Flamengo no Campeonato Brasileiro. Embora a diretoria rubro-negra tenha ficado prestes a fechar com governo de Brasília, onde o presidente Eduardo Bandeira de Mello teve reunião nesta sexta-feira, a CBF vetou que a capital federal seja a sede do Rubro-Negro após ter sofrido pressão da Ferj, entidade carioca que tem péssima relação com os dirigentes do Flamengo desde o ano passado.

- Estava tudo combinado de que a sede do Flamengo seria em Brasília. Um pedido que se justifica pelo Rio estar sem condição de receber grandes jogos. O Flamengo tem que ter uma sede e pedimos que Brasília fosse a nossa sede. Para minha surpresa, hoje soube que por pressão da Ferj a CBF resolveu negar o pedido, o que prejudica o planejamento do clube para 2016 - comentou o presidente rubro-negro, em entrevista ao canal ESPN Brasil.

O secretário geral da CBF, Walter Feldman, confirmou o veto e lamentou a relação ruim entre Flamengo e Ferj. Para ele, é preciso que haja diálogo.

- Temos uma relação especial com o Eduardo (Bandeira de Mello), mas é inegável que tem um conflito estabelecido entre Flamengo e Federação carioca, algo de caráter pessoal e que dificultou o diálogo. Até recorri para um encontro com o Rubens Lopes e o presidente do Flamengo. A CBF procura pacificar conflitos no futebol brasileiro - disse à Fox Sports.