Eduardo Bandeira de Mello (Foto: Wagner Meier)

Bandeira de Mello foi reeleito em 2015 (Foto: Wagner Meier)

LANCE!
28/03/2016
15:35
Rio de Janeiro (RJ)

O Flamengo divulgou nesta segunda-feira o balanço financeiro do exercício de 2015. Os dados mostram que pelo segundo ano seguido o Rubro-Negro fechou a temporada com lucro. E foi além. O superávit de 2015 mais que dobrou em relação a 2014, alcançando a marca de R$ 130 milhões (Em 2014, o lucro foi de R$ 64,3 milhões).

O Flamengo, clube que mais arrecada no Brasil, obteve uma receita líquida, ou seja, descontando impostos, de R$ 339,5 milhões. Sem as deduções, o valor bruto foi de R$ 355,6 milhões.

O carro-chefe na arrecadação do Flamengo é a comercialização dos direitos de TV. Segundo o balanço, foram embolsados R$ 127,8 milhões em 2015, enquanto em 2014 o arrecadado chegou a R$ 115 milhões. Ou seja, um crescimento aproximado de 11%. Em números gerais, a receita com futebol subiu R$ 8 milhões de 2014 para 2015.

O crescimento do lucro em 2015 também se deu por causa da diminuição das despesas operacionais. Em 2014, o Flamengo gastou R$ 102 milhões, enquanto tirou do bolso em 2015 R$ 96,8 milhões. Embora o clube tenha gastado mais com salários (R$ 2,4 milhões de diferença), menos foi gasto com verbas rescisórias (R$ 4 milhões de diferença).

Em uma temporada sem títulos, o Flamengo também gastou menos com prêmios e gratificações. O valor caiu de R$ 5,3 milhões em 2014 para 1,01 milhão em 2015.