icons.title signature.placeholder Pedro Barboza
icons.title signature.placeholder Pedro Barboza
25/08/2015
11:08

Há quatro jogos vestindo a tão mística camisa 10 do Flamengo, o meia Ederson mostrou que não sentiu o peso da responsabilidade dentro das quatro linhas. Com três gols marcados neste período, o jogador, revelou que vem seguindo os conselhos de Zico para cair de vez nas graças da torcida. 

- Para mim é satisfação enorme, orgulho grande. Mas como o Zico falou: "entrou em campo, esqueçe o número. Trabalha para o time e as coisas acontecem." Espero continuar atuando bem para que as vitórias saiam - revelou o camisa 10, que não escondeu a felicidade em estar defendendo o Flamengo, não deixando de lado o sonho na Seleção:

- A volta foi positiva, estou feliz. Um dos maiores clubes do mundo, me sinto bem, então é muito positivo. Tenho objetivos de quem sabe ser convocado de novo, mas passa por muito trabalho aqui no Flamengo, e procuro trabalhar ainda mais para que isso aconteça.

Ederson chegou com grande desconfiança por parte do torcedor, depois de o Flamengo ficar mais de sete meses sem um camisa 10 no elenco. Principalmente pelas graves lesões que teve no tempo em que ficou na Europa.

Há quatro jogos vestindo a tão mística camisa 10 do Flamengo, o meia Ederson mostrou que não sentiu o peso da responsabilidade dentro das quatro linhas. Com três gols marcados neste período, o jogador, revelou que vem seguindo os conselhos de Zico para cair de vez nas graças da torcida. 

- Para mim é satisfação enorme, orgulho grande. Mas como o Zico falou: "entrou em campo, esqueçe o número. Trabalha para o time e as coisas acontecem." Espero continuar atuando bem para que as vitórias saiam - revelou o camisa 10, que não escondeu a felicidade em estar defendendo o Flamengo, não deixando de lado o sonho na Seleção:

- A volta foi positiva, estou feliz. Um dos maiores clubes do mundo, me sinto bem, então é muito positivo. Tenho objetivos de quem sabe ser convocado de novo, mas passa por muito trabalho aqui no Flamengo, e procuro trabalhar ainda mais para que isso aconteça.

Ederson chegou com grande desconfiança por parte do torcedor, depois de o Flamengo ficar mais de sete meses sem um camisa 10 no elenco. Principalmente pelas graves lesões que teve no tempo em que ficou na Europa.