LANCE!
09/12/2016
07:05
Rio de Janeiro (RJ)

A temporada está perto do fim e o Flamengo já começa a se mexer para trazer reforços para 2017. O valor para investimentos em reforços não foi divulgado, mas será menor do que em 2016. Isso porque parte da receita já foi comprometida para contratações neste ano. Por isso, o Rubro-Negro foca os seus recursos em até quatro nomes pontuais para reforçar o elenco.

O vice-presidente de finanças do Flamengo, Claudio Pracownik, contou ao LANCE! que mesmo com parte dos recursos comprometidos, o Rubro-Negro terá condições de investir em contratações para 2017. Ele diz que serão poucas, mas importantes peças para resolver as carências do grupo

- A gente pretende fazer poucas contratações, mas aquelas que vão chegar e fazer a diferença. A gente antecipou algumas coisas esse ano. Algumas contratações deste ano, ainda vamos continuar pagando em 2017. Mesmo assim, ainda temos espaços para mais contratações em 2017. Só que serão ótimos e pontuais reforços - explica Pracownik, destacando que o Flamengo já sabe o que quer e já definiu as posições que precisam ser reforçadas.

Apesar de não confirmar nenhum nome, o Flamengo procura dois atacantes de lado de campo, um lateral-esquerdo e um volante. Inclusive, o clube já fez propostas para alguns alvos. Um deles é Marinho, destaque do Vitória no Brasileiro. O atacante já tem a oferta do Flamengo em mãos e agora é preciso negociar com o time baiano para liberar o jogador. O Fla deve oferecer um valor em dinheiro e envolver jogadores no negócio.

Na mesma situação está Rômulo. O volante do Spartak Moscou-RUS recebeu proposta do Rubro-Negro, que neste caso espera que o jogador consiga sua liberação sem precisar pagar nada.


Reinaldo é outro que está na mira. Para contar com o lateral-esquerdo do São Paulo, que estava emprestado para a Ponte Preta, o Fla fez uma oferta para adquirir seus direitos econômicos. Ele chegaria para ser uma sombra para Jorge, mas é considerado com condições até de ser titular caso o jovem seja vendido no futuro.