Zagueiro do Fla: 'Espero que o Vasco o não caía para ganharmos deles em 2016'
Zagueiro do Fla: 'Espero que o Vasco o não caía para ganharmos deles em 2016'
Patrick Monteiro
27/11/2015
15:41
Rio de Janeiro (RJ)

A temporada 2016 de César Martins no Flamengo pode ter apenas seis meses. Emprestado pelo Benfica, o zagueiro, em tese, terá que retornar ao clube português no meio do ano. A possibilidade de interromper um trabalho não é bem vista pelo jogador, que já se questiona sobre o assunto.

- Para mim, é um pouco complicado. Agora que comecei a pensar nisso. Às vezes, posso estar fazendo um campeonato bom e, no meio do ano, ter que voltar para o Benfica. Você já fez a pré-temporada e está no ritmo de jogo, e eles lá não, ainda farão a pré-temporada - declarou Martins, em entrevista coletiva após o treino desta sexta-feira, no Ninho do Urubu.

Por falar em recomeçar as atividades, o zagueiro não é contrário à chegada de novos atletas ao elenco rubro-negro. César entende que os reforços têm de ser certeiros e que o grupo atual conta com bons jogadores.

- Acho que tem que trazer reforços pontuais. Mas aqui tem jogadores de qualidade, com momentos bons e ruins. Isso é o futebol - opinou.

Se 2015 não oferece mais grandes ambições ao time da Gávea, outras equipes seguem na luta por algum objetivo. Caso do Vasco, que tenta escapar do terceiro rebaixamento de sua história. Porém, enganam-se os quem pensam que a rivalidade falará mais alto neste contexto.

- Momento muito difícil. Eu já vivi com a Ponte Preta. Muito delicado. Particularmente, acho que (o Vasco) não cai. Gostaria que ele permanecesse na Primeira Divisão. Tem que ter os quatro grandes (do Rio) na Primeira Divisão. Prefiro que eles continuem para que, no ano que vem, a gente possa ganhar deles - disse ele, lembrando do curioso ano de 2013, no qual a Macaca foi até a final da Copa Sul-Americana, contudo acabou caindo para a Série B do Brasileiro. Na ocasião, César trabalhou com o técnico Jorginho, hoje no Cruz-Maltino.

O Flamengo, de César Martins, visita o Atlético-PR neste domingo, às 19h30, na Arena da Baixada, em Curitiba. Em 11ª lugar, o Rubro-Negro tem um ponto a mais que o Furacão (12°).