Oswaldo de Oliveira (Divulgação/Flamengo)

Oswaldo de Oliveira (Divulgação/Flamengo)

LANCE!
28/11/2015
11:23
Rio de Janeiro (RJ)

Pouco depois de definir a sua saída do Flamengo em uma reunião com a diretoria, o técnico Oswaldo de Oliveira concedeu uma entrevista coletiva ao lado do presidente Eduardo Bandeira de Mello no Ninho do Urubu. O mandatário rubro-negro desejou suceso ao treinador, revelou que as partes já haviam se reunido na última segunda-feira e decidido pela manutenção de Oswaldo nos dois últimos jogos da temporada.

- Tivemos uma conversa com o Oswaldo na segunda passada e combinamos que ele dirigiria o time nesses dois últimos jogos. Mas diante da repercussão que vinha tendo, ele se sentiu numa posição que preferiu interromper agora o trabalho. Nos resta desejar muitas felicidades a ele (Oswaldo) e quem sabe um dia a gente se reencontra aqui no Flamengo - disse.

Oswaldo lamentou a decisão da direção em encerrar o vínculo e ressaltou que gostaria de permanecer no clube para a próxima temporada para dar continuidade ao projeto que vinha desenhando com a diretoria.

- Lamento muito esse acontecido, queria muito dar sequência, permanecer no Flamengo por tudo que vínhamos planejando. Entendemos que, neste momento, era o mais certo a fazer. Já haviam falado comigo na segunda-feira e o combinado era ficar até o final do campeonato, mas chegamos a este acordo - explicou.

Dois nomes já são falados como substitutos do treinador para 2016. Muricy Ramalho é o favorito para assumir o Rubro-Negro na próxima temporada. Ele já tem conversas avançadas com a diretoria e deve ser o comandante da equipe no ano que vem. Outro nome na mira é do argentino Edgardo Bauza.