Muricy Ramalho vem tentando corrigir a falta de gols do time (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Muricy Ramalho em conversa com jogadores (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

LANCE!
31/03/2016
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

O LANCE! resolveu fazer um levantamento da temporada rubro-negra até aqui, em números. Nove reforços foram contratados para este ano, e outros jogadores foram promovidos da base, como Felipe Vizeu, Lucas Paquetá, Ronaldo e Léo Duarte. Confira abaixo análises e dados do elenco até aqui, contando com os dois amistosos realizados no Nordeste, em janeiro, contra Ceará e Santa Cruz. 

Dos jogadores contratados, Rodinei, Arão e Juan estiveram na grande maioria dos jogos. Porém, há aqueles que atuaram pouco, como o goleiro Alex Muralha, o zagueiro Antônio Carlos e o lateral-esquerdo Arthur Henrique, que ainda nem sequer estreou. Confira:

Goleiros: Paulo Victor, Alex Muralha, Daniel e Thiago

Paulo Victor foi quem mais atuou neste ano: 18 vezes. Já Alex Muralha foi a campo apenas duas vezes, ou seja, teve poucas chances. Daniel e Thiago ainda não disputaram jogos oficiais pelo profissional neste ano.

Laterais: Rodinei, Pará, Jorge, Chiquinho e Arthur Henrique

Rodinei e Jorge já atuaram 17 vezes. Mesmo na reserva, Chiquinho vem sendo bem utilizado: com sete jogos. Já Pará esteve em campo cinco vezes. O jovem Arthur Henrique, com contrato somente até o fim do Carioca, ainda não foi a campo.

Zagueiros: Wallace, César Martins, Juan, Antônio Carlos, Rafael Dumas e Léo Duarte 

​Wallace foi quem mais atuou, com 18 partidas. Juan foi a campo 17 vezes, enquanto César Martins jogou seis jogos. Antônio Carlos e Léo Duarte fizeram apenas uma partida, enquanto Raphael Dumas ainda não estreou no profissional.


Volantes: Cuéllar, Willian Arão, Márcio Araújo, Canteros, Ronaldo e Jajá

O colombiano disputou oito partidas. Ronaldo foi a campo apenas uma vez, enquanto Jajá e Canteros disputaram apenas dois jogos. Arão foi quem mais atuou entre os volantes, com 18 partidas. Já Márcio Araújo tem sido um reserva muito bem utilizado, pois atuou 14 vezes.

Meias: Mancuello, Everton, Ederson, Alan Patrick e Lucas Paquetá.

Com grande rotatividade, o setor de criação do Flamengo tem Everton, hoje reserva, como o atleta que mais vezes atuou: 11 neste ano. Mancuello, fora de combate, fez oito jogos. Já Alan Patrick tem 11 partidas na temporada, enquanto Ederson tem oito. Lucas Paquetá, recentemente promovido ao profissional, atuou apenas duas vezes.

Atacantes: Marcelo Cirino, Gabriel, Nixon, Emerson, Guerrero, Thiago Santos e Felipe Vizeu. 

Dos jovens promovidos neste ano, Thiago Santos fez um jogo, enquanto Vizeu atuou em quatro partidas. Já Nixon ainda não atuou na temporada. Emerson participou de 15 jogos. Guerrero tem 16 partidas no ano. Cirino e Gabriel atuaram 18 vezes, cada.