RADAR / LANCE!
26/05/2016
12:46
Rio de Janeiro (RJ)

Os indícios de que Muricy Ramalho pode deixar o comando do Flamengo ficaram ainda maiores nesta quinta-feira. Em entrevista à Rádio Brasil, Milton Cruz, que foi auxiliar do técnico no São Paulo, apontou que o tom dele era pessimista quanto à chance de seguir no Rubro-Negro:

- Falei com ele na segunda-feira e o achei pessimista e assustado, pois não foi primeira vez que isso aconteceu. Mas vamos ver. Se ele se aposentar o Brasil perderá um grande treinador.

Milton Cruz não escondeu sua tristeza pelo problema de coração com o qual lida Muricy Ramalho, e revelou sua expectativa de que o técnico se restabeleça:

- Falei com ele esses dias, ele faria exames e tomaria decisão. Hoje (quinta-feira) ainda não falei com ele, mas fico triste ao saber disso. Espero que ele possa se recuperar o mais rapidamente possível, talvez trabalhar em uma função que não seja a de treinador.

O ex-auxiliar permanente do São Paulo diz que a possibilidade de Muricy se afastar do futebol é frustrante para quem convive com o técnico:

- Para o futebol, a decisão do Muricy (Ramalho) deixa a gente muito triste. Fico triste é um amigo, meu presente na minha vida como atleta e profissional, pois ele me trouxe para o São Paulo, onde fiquei 22 anos e como jogador e parceiro de São Paulo. Quem perde com isso é o futebol, muito capaz, campeão onde passou. As vezes a saúde está em primeiro lugar.

Milton Cruz, que se consulta com o mesmo cardiologista que Muricy Ramalho, ainda revelou que o técnico tende a tratar o problema de arritmia cardíaca:

- Ele teve esse problema ultimamente, não é a primeira vez e isso é um aviso. Ficamos tristes, mas agora ele irá se cuidar e fazer o tratamento que tem de fazer com o doutor Bernardino.