Alan Patrick - Flamengo Goiás (Foto: Celso Pupo/Lancepress!)

Alan Patrick celebra gol contra o Goiás (Foto: Celso Pupo/Lancepress!)

LANCE!
08/11/2015
19:43
Rio de Janeiro (RJ)

A dupla Alna Patrick-Kayke, que marcou os quatro gols na goleada de 4 a 1 do Flamengo sobre o Goiás, foi o grande destaque na avaliação do confronto feita pelo LANCE!. Alan Patrick começou o jogo sendo vaiado, devido ao episódio do afastamento junto com quatro jogadores após uma festa, e conseguiu provar seu valor dentro de campo, se tornando o grande nome da partida. Veja as notas de cada um.

FLAMENGO

4,5
Paulo Victor
Na única bola em que foi exigido no primeiro tempo, não chegou em tempo de bloquear o chute de Erik.

5,5
Pará
Cumpriu bem o papel de anular o ataque, porém, errou tudo no setor ofensivo, até acertar um ótimo cruzamento para gol.

5,5
César Martins
Seguro na defesa, enquanto o rival quase não ameaçada. Puxou ataques, sem sucesso na sequência.

5,5
Wallace
Pouco exigido no início, assim como toda a zaga, diante de um Goiás tímido. Esteve tranquilo quando precisou.

5,5
Jorge
Sofreu desarmes, errou cruzamentos e finalizou mal, na primeira etapa. Na segunda, fez bela jogada e ‘serviu’ Kayke.

6,0
Márcio Araújo
Recuperou bolas importantes no meio de campo, inclusive numa situação em que o próprio perdeu a pelota.

3,5
Jajá
Não parou Erik no gol marcado pelo rival, além de errar passes. Mostrou-se inseguro e foi substituído por Jonas.

7,5
Alan Patrick
Começou perdendo chances, porém se apresentou para o jogo e foi fundamental, marcando dois e dando assistência.

7,0
Gabriel
Acertou a maioria das jogadas, movimentou-se bem e tabelou com Alan Patrick, no primeiro gol do camisa 19.

6,5
Emerson Sheik
Apareceu bem na etapa inicial, apesar de perder uma ótima chance, e teve boa movimentação. Menos presente, depois.

7,0
Kayke
Após alternar bons e maus momentos nos primeiros 45 minutos, anotou dois gols, com tranqulidade, na etapa final.

5,0
Jonas
Melhorou um pouco o setor de Jajá, o que não era muito difícil de fazer ontem no Maracanã..

5,5
Everton
Fez parte do chocolate sobre o Esmeraldino, sem muito protagonismo no Maracanã. Atuação normal.

5,5
Canteros
Entrou no lugar de Alan Patrick. Tarefa árdua no dia em que o camisa 19 roubou a cena. Sem comprometer.

7,0
Oswaldo de Oliveira
Montou uma equipe capaz de se impor sobre o oponente, que teve atuação, no geral, bastante apagada.


GOIÁS

4,0
Paulo Henrique
Teve atuação fraca e não foi bel em parte dos gols.

5,0
Clayton Sales
Péssimo nas faltas, interceptou bem, mas 'sofreu' quatro gols.

4,5
Felipe Macedo
Ao contrário do primeiro tempo, viu um ‘passeio’ depois.

5,0
Fred
Fez parte de um sistema nada eficiente. Bateu duas faltas com perigo.

5,5
Diogo Barbosa
Iniciou boas jogadas na primeira etapa. Apagado na segunda.

5,0
Rodrigo
Discreto, não ajudou, nem foi ‘vilão’ em campo no Maracanã.

4,5
Felipe Menezes
Grande esperança do Esmeraldino, pouco incomodou a zaga.

4,5
David
Pouco contribuiu com os companheiros, num jogo importante.

5,5
Erik
Fez o gol de honra, mesmo longe de estar inspirado. Incomodou um pouco.

5,0
Bruno Henrique
Apagado, como todo o ataque, tentou mais, depois.

3,5
Zé Love
A esperança de gol do Goiás quase foi menos um em campo.

4,0
Ruan
Teve 15 minutos e não contribuiu para minimizar o chocolate.

4,5
Arthur
Entrou para melhorar o setor de Menezes, mas não conseguiu.

4,5
Murilo Henrique
Nada fez para modificar o panorama no Maracanã.

3,5
Danny Sergio
Levou um passeio.