Estádio Luso Brasileiro é a casa da Portuguesa-RJ (Foto: Divulgação)

Estádio Luso-Brasileiro é a casa da Portuguesa-RJ (Foto: Divulgação)

David Nascimento, Rodrigo Cerqueira e Vinícius Perazzini
11/11/2015
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Em busca de uma casa para 2016, por conta do fechamento do Maracanã para os Jogos Olímpicos, o Flamengo deu nos bastidores um passo importante para resolver o problema. O Rubro-Negro acertou parceria com a Portuguesa da Ilha para usar o terreno do Estádio Luso Brasileiro e montar uma arena no local. O LANCE! fez contato com os presidentes de Flamengo e Portuguesa, que confirmaram o diálogo. Eduardo Bandeira de Mello afirmou que “há negociações em andamento, mas que ainda não foram concretizadas”. Por sua vez, o presidente da Lusa carioca, João Rêgo, deu mais detalhes da assinatura e afirmou que Botafogo e Fluminense estão envolvidos.

– Nós temos um documento assinado com uma parceria com o Flamengo, que envolve o Fluminense e o Botafogo também, para que seja feito um estádio de 15 mil a 25 mil lugares para 2016 – afirmou.

Atualmente, o Estádio Luso Brasileiro tem capacidade para 5 mil espectadores. Localizado na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio de Janeiro, foi inaugurado em 1965. No ano de 2005, o local já foi casa de Flamengo e Botafogo, que em parceria levantaram a Arena Petrobras, por conta de o Maracanã estar interditado para as obras visando os Jogos Pan-Americanos de 2007.

Ampliando, assim, o estádio de 5 mil para 30 mil lugares, com 25 mil novos espaços criados por arquibancadas tubulares, os clubes fizeram do campo um caldeirão ao longo de toda a temporada. Porém, o projeto era temporário e só durou um ano.

RELEMBRE EM IMAGENS COMO ERA A ARENA PETROBRAS

Para a nova versão do Estádio Luso Brasileiro, a ideia mais forte é usar arquibancadas pré-fabricadas de concreto, o que agilizaria o término da obra e daria um aspecto ainda mais belo para a arena. Quando perguntado se o novo estádio será parecido com a Arena Petrobras, o presidente da Portuguesa, João Rêgo, pontuou importantes diferenças.

Todos os envolvidos no acordo confirmaram a participação no projeto de parceria firmado com a Portuguesa

– É parecido, só que agora a segurança será outra. Terá bem mais segurança. Da outra vez, o estádio foi feito em tubulação. Agora pode ser em pré-moldado de concreto, removível ou fixo. Tudo está sendo estudado. Não existe um contrato assinado com empresas, mas tudo está em andamento – destacou Rêgo, que prometeu novidades rapidamente:

– Até o fim da semana, devemos ter algo mais definitivo sobre tudo.

AS SITUAÇÕES DE BOTAFOGO E FLUMINENSE

O LANCE! entrou em contato com o Botafogo e o Fluminense, que confirmaram as negociações com o Flamengo para a construção de um novo Luso Brasileiro para receber os jogos das equipes em 2016, por conta do fechamento do Maracanã. O presidente do Glorioso, Carlos Eduardo Pereira destacou, entretanto, que não desistiu de usar o Caio Martins, apesar da situação complicada.

– Estamos trabalhando com esta opção (Luso Brasileiro), em conjunto com os demais clubes, mas não significa que tenhamos desistido do Caio Martins. Seguimos tentando obter parcerias para o projeto – afirmou o mandatário do Botafogo.

Já o Fluminense, por meio da sua assessoria, informou que está junto do Flamengo desde o início das conversas pelo Luso Brasileiro. O clube tricolor informou ainda que o Botafogo entrou como terceiro interessado e que não se opõe ao ingresso do Glorioso na participação do projeto.

O Flu destacou também que está ao lado do Flamengo em outras ações para 2016. Uma das principais é a participação na Liga Sul-Minas-Rio. Os dois clubes, vale lembrar, estão em atrito com a Ferj.