Flamengo Tigres jogo-treino frame
Muricy gostou! Com dois gols de Sheik, Flamengo vence o primeiro desafio do ano
João Matheus Ferreira
14/01/2016
11:26
Enviado especial a Mangaratiba (RJ)

Os titulares do Flamengo passaram sem qualquer dificuldade pelo primeiro teste na temporada 2016. Na manhã desta quinta-feira, em Mangaratiba, o Rubro-Negro venceu o Tigres-RJ por 2 a 0, com gols de Emerson Sheik. A equipe armada por Muricy Ramalho teve total controle da partida do início ao fim, tanto é que o adversário sequer incomodou o goleiro Paulo Victor.

Apesar de ser início de temporada, os titulares mostraram boa desenvoltura e, até certo ponto, um bom entrosamento. Durante quase todo o primeiro tempo mantiveram a posse de bola e tentaram criar jogadas de perigo. A maioria saiu pelo lado direito, com os constantes avanços de Rodinei, um dos destaques do jogo-treino. Apesar dos gols, Emerson Sheik não teve participação tão ativa, já que o Flamengo jogou mais pelo lado direito.


Já que a defesa não trabalhou tanto, o goleiro Paulo Victor e os zagueiros Wallace e Juan aproveitaram para orientar bastante os companheiros, principalmente sobre posicionamento. O técnico Muricy Ramalho, calado em quase todo o jogo-treino, já havia pedido para que os atletas tivessem uma organização nas linhas da marcação. Aconteceu em boa parte do tempo.

A atividade foi acompanhada pelo presidente Eduardo Bandeira de Mello e outros dirigentes, como o diretor geral Fred Luz, o vice jurídico Flávio Willeman e o vice de patrimônio Alexandre Wrobel. O diretor executivo de futebol, Rodrigo Caetano, também assistiu ao jogo-treino, mas ao contrário dos demais ele está hospedado junto com a delegação no resort.

Duas curiosidades também marcaram o jogo-treino: o ex-árbitro e atual comentarista de TV Sálvio Espínola foi quem apitou. E foi bem. Além disso, o atacante do Tigres-RJ é um velho conhecido da torcida rubro-negra: Fabiano Oliveira, aquele que o ex-técnico Andrade considerou melhor do que o uruguaio Luis Suárez após uma observação no Uruguai, há dez anos. Cerca de 250 torcedores acompanharam a atividade no resort em Mangaratiba.

No segundo tempo, o Flamengo voltou completamente modificado. Só os reservas foram ao campo. Ao contrário dos titulares, os suplentes não conseguiram manter o ritmo mais envolvente e, embora tenham tido total controle, não criaram tantas oportunidades no gol. As principais saíram dos pés dos três mais avançados: Douglas Baggio, Gabriel e Thiago Santos. Chiquinho apareceu bem pela esquerda e Jajá deu bons passes.

Flamengo no primeiro tempo: Paulo Victor; Rodinei, Wallace, Juan e Jorge; Márcio Araújo; Willian Arão, Alan Patrick, Everton e Emerson Sheik; Guerrero.

Flamengo no segundo tempo: Alex Muralha; Pará, Antônio Carlos, César Martins e Chiquinho; Jonas; Canteros, Jajá, Thiago Santos e Gabriel; Baggio.

Não participaram: Arthur Henrique, Mancuello, Ederson, Marcelo Cirino, Nixon e Kayke.