icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/08/2015
18:37

Após a vitória do Flamengo sobre o São Paulo, por 2 a 1, na tarde deste domingo, no Maracanã, Emerson Sheik ressaltou o sistema desenhado por Oswaldo de Oliveira, que fez a estreia no comando da equipe rubro-negra. Segundo o atacante, a obediência tática fez com que o time carioca conseguisse neutralizar o Tricolor paulista e tivesse mais posse de bola.

- A proposta que foi pedida pelo nosso treinador era marcar forte e jogar agrupado. Isso ajudou muito na hora de defender, neutralizar os jogadores de qualidade e velocidade deles. Fez com que o time tivesse mais posse de bola, podendo explorar nosso jogo. Depois, pudemos explorar os contra-ataques, que também é uma característica nossa - disse.

Apesar da conquista dos três pontos pelo Brasileiro, Sheik fez questão de lembrar que o Flamengo já tem um novo desafio na quarta-feira, contra o Vasco, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. No primeiro encontro entre as equipes, o time cruz-maltino venceu por 1 a 0. Para se classificar às quartas, o Fla precisa vencer por dois ou mais gols de diferença. Em caso de vitória por um gol, a decisão vai para os pênaltis.

- Saímos felizes, conseguimos encaixar o nosso jogo e merecemos a vitória, mas quarta-feira já temos jogo extremamente difícil - recordou.

E MAIS:
> ATUAÇÕES: Alan Patrick comanda o Fla; dupla de zaga do São Paulo vai mal
> Veja como foi, minuto a minuto, o duelo entre Flamengo e São Paulo
> TABELA: Veja a situação de Flamengo e São Paulo na tabela do Brasileirão
> Júnior é homenageado pelo Flamengo e assina Livro de Ouro do Maracanã

Após a vitória do Flamengo sobre o São Paulo, por 2 a 1, na tarde deste domingo, no Maracanã, Emerson Sheik ressaltou o sistema desenhado por Oswaldo de Oliveira, que fez a estreia no comando da equipe rubro-negra. Segundo o atacante, a obediência tática fez com que o time carioca conseguisse neutralizar o Tricolor paulista e tivesse mais posse de bola.

- A proposta que foi pedida pelo nosso treinador era marcar forte e jogar agrupado. Isso ajudou muito na hora de defender, neutralizar os jogadores de qualidade e velocidade deles. Fez com que o time tivesse mais posse de bola, podendo explorar nosso jogo. Depois, pudemos explorar os contra-ataques, que também é uma característica nossa - disse.

Apesar da conquista dos três pontos pelo Brasileiro, Sheik fez questão de lembrar que o Flamengo já tem um novo desafio na quarta-feira, contra o Vasco, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. No primeiro encontro entre as equipes, o time cruz-maltino venceu por 1 a 0. Para se classificar às quartas, o Fla precisa vencer por dois ou mais gols de diferença. Em caso de vitória por um gol, a decisão vai para os pênaltis.

- Saímos felizes, conseguimos encaixar o nosso jogo e merecemos a vitória, mas quarta-feira já temos jogo extremamente difícil - recordou.

E MAIS:
> ATUAÇÕES: Alan Patrick comanda o Fla; dupla de zaga do São Paulo vai mal
> Veja como foi, minuto a minuto, o duelo entre Flamengo e São Paulo
> TABELA: Veja a situação de Flamengo e São Paulo na tabela do Brasileirão
> Júnior é homenageado pelo Flamengo e assina Livro de Ouro do Maracanã