Rodrigo Caetano (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Rodrigo Caetano tem o cargo ameaçado (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Paulo Victor Reis
24/05/2016
07:00
Rio de Janeiro (RJ)

Não é segredo que Rodrigo Caetano tem o cargo ameaçado. Conselheiros do clube fazem pressão, há meses, pela demissão do dirigente. O presidente Eduardo Bandeira de Mello já segurou o profissional em outras ocasiões de muita cobrança, mas, desta vez, há quem exija uma resposta mais ríspida. O caso é analisado com muito cuidado, mas o péssimo desempenho do elenco montado neste ano pesa contra Rodrigo Caetano. De acordo com a apuração do LANCE!, o mandatário era contrário à demissão do diretor executivo de futebol, mas começou a mudar de ideia no fim de semana. Por isso, ele já estaria disposto a tirar o diretor de cena.

O caso de Rodrigo Caetano também depende da situação de Muricy Ramalho. Caso o treinador não tenha mais condições de seguir à frente do clube por causa de problemas médicos, isso abriria caminho para mudanças mais drásticas no departamento de futebol.

Já o vice-presidente de futebol, Flávio Godinho, deve ser mantido no cargo. Ele é um dos homens de confiança do presidente Bandeira de Mello e está à frente do futebol desde o início do ano. O dirigente é visto com bons olhos por ex-presidentes do clube e não está tão pressionado quanto Caetano.