Ninho do Urubu (Foto: Divulgação)

Ninho do Urubu passa por reformas estruturais desde o fim do ano passado (Foto: Divulgação)

João Matheus Ferreira
29/01/2016
04:00
Rio de Janeiro (RJ)

O técnico Muricy Ramalho terá que esperar um pouco mais para comandar o primeiro treino pelo Flamengo no Ninho do Urubu. Inicialmente previsto para o fim de janeiro e posteriormente para a primeira semana de fevereiro, o centro de treinamento segue em obras - já bem adiantadas - mas só deve ficar apto para receber a delegação profissional após o Carnaval. A diretoria evita traçar meta, mas trabalha com a possibilidade de liberá-lo entre os dias 11/2 e 15/2.

Até lá, o Flamengo segue realizando treinamentos na Gávea, onde montou toda uma equipagem de fisiologia e fisioterapia na parte interna do departamento de futebol para atender a demanda nos primeiros 40 dias de temporada. Caso a meta seja cumprida, os jogadores devem "estrear" o Ninho nos dias que antecedem ou sucedem o clássico contra o Vasco, dia 14, em São Januário. A permanência por mais tempo na Gávea, entretanto, não é vista com problema.

- A diferença é o calor da torcida. Lá no Ninho é só a gente, mas aqui tem o charme que é a Gávea - comentou o meia Everton, no Flamengo desde 2014.

As obras no Ninho começaram logo após o término do Campeonato Brasileiro. Com a adesão ao Profut, a diretoria rubro-negra conseguiu destinar parte da receita para as reformas no centro de treinamento. Inicialmente, o módulo profissional provisório está sendo reformado nas áreas de musculação, academia e alojamento, além da pavimentação de boa parte do terreno. Em seguida, o clube incia a finalização do módulo definitivo do profissional, que é estimado para o fim deste ano. A previsão é de que o CT fique 100% pronto somente em 2018, quando o módulo das categorias de base será finalizado.