LANCE!
25/04/2016
10:43
Rio de Janeiro (RJ)

* Por Daniel Bortoletto, Editor executivo de Mídias Digitais do LANCE!

O Flamengo é mais uma vítima da ira de "torcedores" após derrota para o rival e eliminação precoce. O modus operandi é padrão no futebol brasileiro: intimidação.

No caso do Rubro-Negro, no desembarque no Rio de Janeiro após derrota em Manaus para o Vasco. Chutes no ônibus que transportava a delegação, xingamentos, ameaças... O de sempre. A polícia reagiu e disparou tiros com balas de borracha.

Será mesmo que esses "torcedores" que estavam de plantão no aeroporto, em plena madrugada, têm alguma esperança de que a situação dentro de campo mude após tais medidas?


Na cabeça deles, Guerrero vai voltar a fazer dois gols por jogo. Wallace nunca mais irá falhar na defesa. Muricy vai encontrar o time ideal já no próximo jogo e o Flamengo vai jogar tão bonito quanto o Barcelona. Tudo isso graças aos revolucionários métodos de cobrança.

Outro dia o ônibus do Atlético-PR sofreu uma emboscada. Já vimos invasões em treinamentos de quase todos os grandes clubes do Brasil, inclusive com jogador precisando se esconder para evitar um linchamento. Até quando vamos achar normal tal situação? Talvez até alguém morrer. E aí será tarde!