Argel

Além do Figueirense, Argel Fucks treinou Internacional neste ano (Foto: Alexandre Battibugli Agência Lancepress!)

RADAR / LANCE!
22/08/2016
10:51
Florianópolis (SC)

A frustração marcou o fim de mais um ciclo de Argel Fucks no Figueirense. Horas após a equipe catarinense perder por 2 a 1 para o Cruzeiro, no Orlando Scarpelli, e se manter na zona de rebaixamento do Brasileirão, o técnico anunciou seu pedido de demissão após nove partidas.

O treinador não escondeu sua frustração com o mau rendimento da equipe sob seu comando: foi apenas uma vitória, contra quatro empates e quatro derrotas. Em entrevista coletiva, o técnico lamentou por não ter contribuído para a equipe:

- Voltei para o Figueirense pela minha gratidão ao clube. Fiz tudo o que podia e dei oportunidade para todos os jogadores. Mas o resultado não é satisfatório. Gostaria de ter feito mais, porém quem sabe um quarto treinador consiga extrair mais da equipe. Eu saio de cabeça erguida e com a certeza de que deixo um legado.

Ao seu lado, o presidente do Figueirense, Wilfredo Brillinger, lamentou a opção pela demissão, e agradeceu a lealdade de Argel:

- Fizemos uma preleção muito boa, mas no fim da partida, em comum acordo, entendemos que era melhor fazermos uma troca no comando. Agradeço ao Argel porque sempre vestiu a camisa do Figueirense e foi leal ao clube. Sei que ele lutou o quanto pôde.

Em sua terceira passagem no clube, Argel estava no Figueirense desde 11 de julho, quando substituiu Vinícius Eutrópio. O treinador desembarcou no Orlando Scarpelli no dia seguinte a ser demitido de outro clube: também por maus resultados no Brasileirão, o Internacional anunciara sua demissão no dia anterior.