Hudson Coutinho (Foto: Site Oficial)

Hudson Coutinho aposta no mistério para surpreender Ponte Preta  (Foto: Site Oficial)

RADAR/LANCE!
17/11/2015
19:25
Florianópolis (SC)

Mistério, segredo, sigilo. Essas têm sido as palavras preferidas do técnico Hudson Coutinho na semana de preparação do Figueira para o confronto contra a Ponte Preta, nesta quarta-feira. Assim como já fizera na segunda-feira, o técnico do Figueirense voltou a fechar os portões para aplicar um treinamento tático, nesta terça (17), no Orlando Scarpelli. Coutinho sabe a importância que uma vitória contra a Ponte Preta, na quarta (18), teria na briga contra o rebaixamento. Por isso, tenta usar de todas as armas possíveis para confundir o rival.

- É importante nesse momento todo o segredo. Por mínimo que seja. Todo mundo está fazendo isso. A Ponte também tem algumas dúvidas, então prefiro segurar a informação - explicou o treinador, que revelou já ter escolhido, entre Dener e Paulo Roberto, quem será o substituto do suspenso João Vitor na cabeça-de-área do time catarinense. Apenas prefere "guardar essa informação".

Para que ninguém diga que o mistério foi completo, Hudson Coutinho deixou escapar um detalhe da equipe que entra em campo na quarta. Yago volta ao time após cumprir suspensão ante o Atlético-MG, para dar, segundo o comandante, mais movimentação ao ataque do Figueira.

- Em termos de características, o time ganha um pouco mais de força, tanto de marcação como de chegada na área. Um pouco mais de movimentação, porque o Yago é um atleta muito dinâmico e não guarda posição. E esse é um aspecto que a gente pede, principalmente para os meias, que não guardem posição. Então, é mais movimentação que a gente tem com o Yago - contou Hudson.


Outro que também retorna ao time titular é o atacante Dudu que, a exemplo de Yago, esteve suspenso no último jogo dos catarinenses. Quem trouxe preocupação, logo no trabalho de aquecimento para o treino, foi o zagueiro Thiago Heleno. Um dos líderes do elenco, o jogador sentiu dores musculares e foi poupado das atividades do dia. Segundo a equipe técnica do Figueira, porém, as dores não serão problema e o jogador deve entrar em campo contra a Ponte.

O Figueirense ocupa, neste momento, a 15ª posição do Brasileiro, com 36 pontos, apenas dois a mais que Goiás e Coritiba, os dois primeiros clubes dentro da zona de rebaixamento. Por isso, o jogo contra a Ponte Preta, nesta quarta, às 21h, é de suma importância para o Alvinegro na luta contra a queda.