Hudson Coutinho (Foto: Divulgação/Figueirense)

Hudson Coutinho, ex-técnico do Figueirense (Foto: Divulgação/Figueirense)

RADAR/LANCE!
17/02/2016
15:08
Florianópolis (SC)

Hudson Coutinho terá seu primeiro jogo como auxiliar após ter deixado o comando técnico do Figueirense. A partida, válida pela terceira rodada do Campeonato Catarinense, diante do Inter de Lages, às 19h30, desta quarta-feira, no Orlando Scarpelli, terá importância ainda maior, visto que o Figueira vem de derrota para o Criciúma. Para o agora, auxiliar técnico, o desafio de voltar a vencer cabe aos atletas.

- Nós viemos de um resultado ruim e ainda bem que temos esse jogo quarta para recuperar logo. Tem momentos que o treinador ele pode fazer a diferença, mas nesta quarta o jogo é dos atletas. Quem não jogar em uma situação dessa, mudança de treinador, um campeonato positivo como o Catarinense, todos de olho, se ele não estiver motivado, não é o treinador que está errado. Tem a responsabilidade do jogador e na quarta é muito mais para os atletas do que para o novo treinador – comentou.

Coutinho também falou sobre o que não deu certo enquanto ocupou o cargo de treinador e citou a transição ofensiva como um ponto no qual a equipe precisa melhorar.

- Eu tinha um projeto de jogar com mais posse de bola. Eu me tornei repetitivo em falar isso, mas eu gostaria de ver uma equipe que trocasse mais passes, especialmente na parte ofensiva. E não conseguimos fazer isso. O perfil da equipe estava montado nessa concepção e tive dificuldades. Buscamos alternativas em relação a sistema tático e nossa parte de transição ofensiva tem que melhorar muito – concluiu.

O Figueirense somou apenas uma vitória em quatro jogos disputados e ocupa a sexta posição na tabela de classificação do Catarinense, com 5 pontos. Essa é a mesma pontuação de Brusque e Joinville, além do Inter de Lages, rival desta quarta, que está na quinta posição.