Agenor - Sport

(Foto: Williams Aguiar/Sport Club do Recife)

LANCE!
10/12/2016
15:10
Florianópois(SC)

Sem o goleiro Gatito Fernández, já acertado com o Botafogo para a temporada de 2017, o Figueirense, além de ter que reconquistar uma vaga na Série A, terá que acertar na mosca quando o assunto for um substituto à altura do arqueiro paraguaio, um dos poucos que não saem manchados com a torcida. 

De acordo com o Assessor da Presidência e ex-lateral Branco, esta é a posição que a reposição será mais difícil. E, sem voltas, o tetracampeão mundial de 1994 admitiu que um dos alvos da diretoria é o goleiro Agenor, reserva no Sport, curiosamente o adversário do alvinegro neste fim de semana. As duas equipes se enfrentam às 17h, na Ilha do Retiro, pela 38° e última rodada do Brasileirão. 

- Talvez seja o jogador mais complicado nosso para definir. Não só pelo histórico do Gatito, mas os últimos três, nossa responsabilidade é enorme. Ir ao mercado e procurar um jogador à altura, o Gatito teve um ótimo rendimento, é goleiro de seleção e por isso o Botafogo foi buscar - comentou. 

- Agenor é um grande profissional, teve uma fase excepcional no Joinville, em alguns clubes não conseguiu jogar. Ele interessa, mas você entra na questão financeira. Ele tem contrato de três anos com o Sport. Nosso orçamento (em função do rebaixamento) de repente não permite algumas contratações que gostaríamos, vamos fazer alguns esforços e tentar o melhor- completou.