Copa America - Brasil x Peru (foto:Lucas Figueiredo / MoWA Press)

Jogadores de qualidade que não rendem, um técnico que não é considerado de primeiro nível, o Brasil vai caindo degrau a degrau no mundo da bola para os jornalistas  (foto:Lucas Figueiredo / MoWA Press)

CARLOS ALBERTO VIEIRA
13/06/2016
13:32
Lyon (FRA)

Alguns jornalistas presentes para a cobertura de Bélgica x Itália repercutiram a derrota do Brasil para o Peru e a sua eliminação ainda na primeira fase da Copa América Centenário. Ninguém acompanhou o jogo - que pelo fuso horário ocorreu na madrugada desta segunda-feira para os franceses. Mas se surpreenderam com eliminação brasileira e com a validação do gol peruano.

Andrea Elefante, da "Gazzetta dello Sport" diz que ainda acredita no Brasil não anda jogando bem, mas que a primeira coisa a fazer é trocar de técnico.

- Dunga não é um grande treinador nem para clube. A Seleção Brasileira precisa de um comandante de maior qualidade.

Em seguida, comentou o gol peruano:

- Como estão dizendo lá na Argentina.... La Mano de Deus. O que foi aquilo?

Para Dominique Mercadier, do "Midi LIbre" e que estará no Rio de Janeiro para a cobertura dos Jogos Olímpicos, o Seleção parece ter sofrido um bloqueio técnico depois da Copa do Mundo. Coisa para ser estudada por psicólogos.

- Depois daquele 7 a 1 da Alemanha, a sensação é a de que o Brasil esqueceu como é jogar futebol de alto nível. A Seleção simplesmente não consegue superar obstáculos e conseguir bons resultados.

Pouco interesse pela Seleção é visível

E essa série de fracassos parece irradiar uma enorme falta de interesse pela Seleção na Europa. A resposta mais comum dita por repórteres esportivos que acompanham seleções nacionais foi "não tenho como analisar, pois não vejo os jogos do Brasil". 

Chris Damiaze, que trabalha para a Agência Francesa e Daichi Shiatore da revista japonesa "WoldSoccer Digest" exemplificam bem isso:

-  O Brasil tem bons jogadores, mas não sei nem escalar o time. E como foi sem o Neymar,  não esperava muita coisa. Mas não passar da primeira fase é bem ruim - disse Daichi.

- Na Europa, acompanhamos poucos jogos da Seleção Brasileira. Agora, perder para o Peru, seja com gol irregular ou não, deixa claro que o momento do Brasil não é bom - disse Chris.

Por fim, fica o comentário do Eurosports: 

"A derrota foi controversa, mas o resultado é que Brasil experimentos mais um duro golpe. Depois do desastre da Copa-2014, a sua seleção bateu novamente no fundo do poço".