Romenia torcida

um grupo de romenos circula no entorno do estádio antes da abertura dos portões. Desfile com muito barulho (Foto: Divulgação)

Carlos Alberto Vieira 
10/06/2016
12:38
Paris (FRA)

A Romênia terá um bom número de torcedores na partida de estreia da Eurocopa, nesta sexta-feira, contra a França, no Stade de France. Serão cerca de cinco mil pela organização.

Boa parte passou o dia dando um giro pelos pontos turísticos da cidade, principalmente a Torre Eiffel, com camisas da seleção ou cachecóis.

- Tem muito romeno, até me surpreendi. Mas quase todo mundo é turista que veio acompanhar a partida. Imigrante que mora na França está trabalhando, disse Daniel, acompanhado da esposa Mikhaela, que tinha até as unhas pintadas com as cores da bandeira romena.

O casal está pela primeira vez em Paris, vai ao jogo mas não espera muita coisa da seleção.

- Fomos bem nas eliminatórias. Mas enfrentar a França não é bom negócio - disse Daniel, que não aponta um destaque da sua seleção  - Tem muito velho. Gosto do goleiro (Tatarasanu).

Romenia torcida
Mikhaela e Daniel, elogio ao esquema de segurança e pouca confiança em bom resultado contra a França (Foto: Carlos A. Vieira)


Mikhaela, por sua vez, elogiou o clima de tranquilidade da cidade:

- Escutamos muita coisa sobre segurança, medo de atentado. Vejo muitos policiais, mas eles são tranquilos, não proíbe a circulação. Se eu não tivesse lido nada, nem saberia que há um estado de tensão. 

Mais à frente, um grupo de três amigos tirava fotos. Nenhum falava francês e somente Nicolae arriscava algo de inglês.

- Seria um bom fim de férias ver a Romênia tirar um ponto da França. Ela pode perder o jogo, mas acho que se classifica para a próxima fase.

Romenia torcida
Nicolae (à esquerda) espera um empate romeno para fechar as férias com chave de ouro (Foto: Divulgação)

Dimitri aproveitou para trabalhar. Tentava ganhar uns trocados vendendo cachecóis por 10 euros (R$ 42,00), mas não estava muito animado.

- Está no meio do dia e só consegui vender  cinco. Mais tarde, com a abertura da festa (a Fan fest, que fica exatamente na praça da Torre Eiffel e que começaria às 13h de Brasília) a coisa melhora - disse Dimitri, que não iria ao jogo.

No Stade de France, quatro horas antes da partida, cerca de 200 torcedores romenos circulavam principalmente pela Rua Jules Rimet, região de todos os bares e restaurantes do entorno do estádio. Um grupo com dez fazia um tipo de desfile, gritando Romênia e algo como ishhtaar (na verdade o nome Steaua, ou estrela, time mais popular do país).

- Enquanto não abre o estádio, vamos circulando. Ficar bebendo não dá, pois quero ficar sóbrio para ver o show de abertura e, quem sabe, um empate do nosso time - disse Mitu, com uma bela "barriga de chopp". 

Atrás do grupo, um vendedor de cachecóis tentava emplacar alguma venda para todos que paravam para ver a animada turma.