Meia: Eric Dier (Inglaterra)

Dier fez o primeiro gol da Inglaterra na Eurocopa diante da Rússia (Foto: Uefa)

LANCE!
23/06/2016
12:29
Nice (FRA)

A Inglaterra encara, na segunda-feira, a surpreendente Islândia, no estádio Allianz Riviera, em Nice, pelas oitavas de final. O técnico do English Team, Roy Hodgson, está preocupado com a falta de gols da equipe, principalmente pelo volume de chances criadas. O comandante pediu que os seus jogadores sejam 'mais cruéis' com os adversários e que demonstrem 'espírito assassino'.

- Temos que manter o domínio que tivemos nas partidas até agora, mas talvez ser mais cruéis e ter um pouco mais de instinto assassino na frente o gol. Nosso aproveitamento na relação entre chances criadas e gols não é nada bom, e precisamos melhorar isso. Todo mundo sabe e todo mundo viu - afirmou.

Hodgson já avisou aos seus comandados que a Islândia deve entrar contra a Inglaterra toda fechadinha. O treinador disse ainda que eles precisam tomar cuidado com a retranca dos azarões.

Roy Hodgson - Inglaterra
Hodgson quer atenção dos jogadores ingleses (Foto: Paul Ellis / AFP)

- Temo que não será uma partida diferente das que tivemos até agora, porque a Islândia não é um time que ataca muito. Não acho que teremos muitos espaços para jogar. A Islândia teve êxito até agora com uma organização defensiva muito forte, além de uma ética de trabalho excelente. Sabemos que eles foram muito bem nas eliminatórias, terminando na frente da Holanda, e desde então se destacaram ainda mais. Não será fácil para nós.

A Inglaterra marcou apenas três gols na fase de grupos da Eurocopa. Um contra a Rússia e dois contra País de Gales.