Inglaterra x Russia

Tribunal de Marselha vem analisando as imagens e decidindo punições aos brigões. Dois ingleses foram os primeiros da lista. (Foto: VALERY HACHE/AFP/Lancepress!)

CARLOS ALBERTO VIEIRA
13/06/2016
11:48
Lyon (FRA)

Os dois primeiros arruaceiros que participaram da violenta briga entre ingleses e russos nas ruas de Marselha pouco antes do encontro entre as duas seleções no sábado passado, pela Eurocopa-2016 foram condenados no fim da manhã desta segunda-feira pelo Tribunal Criminal de Marselha.

O inglês Ian Hepworth, psiquiatra de 41 anos, ficará preso em regime fechado por três meses e em seguida passa a cumprir uma proibição de entrar na França por três anos. Outro inglê, o chef de cozinha Alexander Booth, de 20 anos, recebeu pena um pouco menos. Dois meses de prisão e dois anos proibido de ingressar na França.

A briga entre ingleses e russos resultou em 35 feridos, sendo quatro deles em estado grave, foi a maior envolvendo torcedores nestes primeiros dias de euro. Também ocorreram incidentes em Nice entre franceses e norte-irlandeses causaram ferimentos em sete britânicos, Em Lille alemães se envolveram em brigas com ucranianos.

As brigas nos três primeiros dias de jogos da Euro levaram o Ministério do Interior da França a decretar a proibição de bebidas alcoólicas na região dos jogos e das Fan Zones - locais onde torcedores sem ingressos acompanham as partidas - além do perímetro das ruas em tornos dos locais e das estações de transportes. Quaisquer bebidas em garrafas de vidro também estão proibidas, pois as garrafas têm sido usadas como as principais armas nas brigas.

Já a Uefa, buscando  pressionar as federações dos países que possuem torcedores baderneiros, fez uma ameaça: caso ocorram novos distúrbios envolvendo russos ou ingleses, as seleções destes países poderão ser desclassificados da competição.