Deschamps - Tecnico da França

Deschamps sabe da força da seleção alemã (Foto: Martin Bureau / AFP)

LANCE!
06/07/2016
13:08
Marselha (FRA)

A seleção da Alemanha mostrou nesta Eurocopa que gosta de jogar com a bola nos pés. A incessante troca de passes até encontrar um espaço para finalizar é a senha para chegar ao gol do adversário. Diante da característica do rival, o técnico da França, Didier Deschamps, já alertou os seus jogadores sobre a estratégia do adversário desta quinta-feira, pelas semifinais da competição.

- A Alemanha sempre domina o adversário, tem mais posse de bola. Mas não podemos chegar lá e pensar somente em nos defender. Temos a oportunidade, queremos jogar nosso máximo, com todo o respeito que temos pelos alemães, atuais campeões mundiais - afirmou o comandante, em entrevista coletiva nesta quarta-feira.

Deschamps sabe bem o que terá pela frente. E ficar apenas na defesa também não é característica da França, que possui o melhor ataque da Eurocopa, com 11 gols, além do artilheiro, o atacante Griezmann, que balançou as redes quatro vezes.

- Temos a habilidade de fazer gols com jogadores de diferentes características. Nós conseguimos criar problemas para os adversários, e isso é empolgante - disse o treinador, elogiando o trio ofensivo formado por Griezmann, Giroud e Payet.

Deschamps - Tecnico da França
Deschamps terá o time completo nesta quinta (Foto: Franck Fife / AFP)

França x Alemanha será o duelo entre o melhor ataque contra a defesa menos vazada. Os germânicos sofreram apenas um gol, o de Bonucci, de pênalti, no empate em 1 a 1 com a Itália nas quartas de final. Deschamps fez questão de elogiar Manuel Neuer, considerado o melhor goleiro do mundo.

- Temos que fazer gols. Não é só o Neuer. Ele é um excelente goleiro. Isso mostra que a Alemanha tem muita qualidade nesse aspecto. Eles não sofrem gols porque estão quase sempre atacando. Eles são um time que defende muito bem e gosta de dominar o jogo.

LLORIS TAMBÉM ELOGIA NEUER

O goleiro Lloris também fez questão de tecer elogios a Manuel Neuer, rival desta quinta-feira na partida entre França e Alemanha. Para o arqueiro dos Bleus, o germânico é uma referência na posição.

- Ele não precisa de introdução, é uma referência da posição. Em 2014, no Brasil, ganhou um novo status. Ele faz a diferença no Bayern de Munique e na seleção, onde é quase o capitão. Fez isso na decisão por pênaltis. Temos que exaltá-lo como goleiro. É da minha geração, eu o acompanho desde as seleções de base, e tenho muito respeito por ele.

Lloris - França
Lloris elogiou rival Manuel Neuer (Foto: Martin Bureau / AFP)

Na Copa do Mundo de 2014, Lloris estava em campo na derrota por 1 a 0 para a Alemanha nas quartas de final. O goleiro preferiu exaltar a evolução francesa depois da eliminação no Mundial.

- Sempre há lições para tirar das derrotas, assim como das vitórias. Não foi a eliminação para a Alemanha que nos fez crescer, foi a experiência na Copa do Mundo como um todo. Infelizmente jogamos contra um time melhor e mais experiente naquele dia, e eles venceram. Acho que o nosso time cresceu, melhorou. Os jogadores ficaram ainda mais importantes nos clubes e na seleção. As coisas estão indo na direção certa, e esperamos que amanhã dê tudo certo - finalizou.