Gilmário - Vôlei

Gilmário disputa o Challenger de Pernambuco a partir desta sexta-feira (Foto: Divulgação)

LANCE!
16/06/2016
14:23
Rio de Janeiro

Começa nesta sexta-feira segunda etapa da temporada 2016 do Circuito Banco do Brasil Challenger, na cidade de Jaboatão dos Guararapes, em Pernambuco, na arena montada na Praia de Piedade. Após uma disputada primeira etapa, as novidades serão o retorno de uma vice-campeã mundial aos campeonatos nacionais e a formação de algumas novas duplas. Além disso, estará em quadra a parceria formada pelo paraibano Gilmário - atleta da Equipe Furnas - e o cearense Bernardo Lima.

Fernanda Berti, vice-campeã mundial em 2015, disputará a primeira competição nacional após realizar uma operação no ombro. A parceria com a catarinense Josi é um dos destaques da competição. Além delas, também haverá a estreia de algumas duplas, casos de Harley/Fernandão (DF/ES), Allison/Bernat (SC/RJ) e Léo Gomes/Ferramenta (RJ).

Será a segunda vez que a cidade recebe uma etapa do tour nacional. Jaboatão foi palco de uma etapa do Circuito Brasileiro Open em 2015, com Evandro/Pedro Solberg (RJ) e Larissa/Talita (PA/AL) conquistando o título. Os dois times estarão nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro e, assim como outras 10 duplas, não disputam o Challenger pois estão no Circuito Mundial, representando o Brasil.

O torneio em Jaboatão também contará com a presença de três recém campeões mundiais Sub-21. Ana Patrícia (MG), Arthur Lanci (PR) e George, que conquistaram o título na Suíça em maio, estarão na competição como representantes da nova geração do vôlei de praia. As campeãs mundiais Sub-19 Tainá e Andressa também estão na lista de times inscritos da segunda etapa.

Destaque também para o novo formato, que estreou na primeira etapa da temporada, com mais duplas. Agora, 16 times em cada naipe brigam pelo ouro, ao contrário das 12 duplas das temporadas passadas.

Sistema de disputa
O sistema de disputa da competição funciona da seguinte forma. As melhores 10 duplas do ranking de entradas e duas convidadas (wild card) entram direto na fase de grupos. Outros quatro times garantem presença no torneio através da disputa do qualificatório, no primeiro dia (sexta-feira), em partidas eliminatórias diretas.

Os 16 times finais são divididos em quatro grupos de quatro equipes e duelam pela primeira fase, no segundo dia de competições (sábado). Os primeiros colocados de cada grupo avançam direto às quartas de final, enquanto segundos e terceiros de cada chave disputam a repescagem, também no segundo dia. O terceiro e último dia (domingo) tem a disputa das semifinais, bronze e finais de ambos os naipes.

Estão garantidas no torneio masculino as seguintes duplas: Thiago/George (SC/PB), Bruno/Hevaldo (AM/CE), Fernandão/Harley (ES/DF), Bernardo Lima/Gilmário (CE/PB), Jefferson/Miguel (CE/MS), Daniel Souza/Vinícius Cardoso(RJ), Léo Vieira/Benjamin (DF/MS), Fábio/Averaldo (CE/TO), Vinícius/Eduardo Davi (ES/PR), Gabriel Pereira/Ramon Gomes (RJ), Luciano/Matheus Santos (ES) e Fabiano/Ícaro (PE/PB).

Já no torneio feminino estão classificadas direto à fase de grupos as duplas Neide/Rebbeca (AL/CE), Angela/Izabel (DF/PA), Tainá/Andressa (SE/PB), Rachel/Carolina (RJ), Andrezza/Vivian (AM/PA), Danielle/Fernanda Nunes (MS/RJ), Luzia Amélia/Luciana (CE), Ana Patrícia/Carol Horta (MG/CE), Val/Renata (RJ), Andréa Teixeira/Juliana Simões (SC/PR), Sandressa/Victoria (AL/MS) e Fernanda Berti/Josi (RJ/SC).

O Challenger é composto por quatro etapas. Além de João Pessoa (PB) e Jaboatão dos Guararapes (PE), o torneio terá paradas em Aracaju (SE) e Cabo Frio (RJ). O time vencedor de cada etapa soma 400 pontos no ranking, além de receber uma premiação de R$ 13 mil. Ao final dos quatro paradas, as duplas masculina e feminina que somam mais pontos são eleitas as campeãs gerais da temporada.