Jaqueline Ferreira - Levantamento de Peso

Jaqueline Ferreira se prepara agora para o Pan-Americano, em junho (Foto: Divulgação CBLP)

LANCE!
11/04/2016
15:27
Rio de Janeiro

Alegria para Colômbia e Alemanha, preocupação para o Brasil e muito aprendizado para todos os envolvidos. Este foi o saldo do Aquece Rio Campeonato Sul-Americano de Levantamento de Peso, evento-teste para os Jogos Rio 2016 realizado na Arena Carioca 1, na Barra da Tijuca e encerrado no último domingo. A delegação colombiana, com seis medalhas de ouro e quatro de prata, teve o melhor desempenho coletivo na competição. O Equador ficou com duas medalhas de ouro, três pratas e três bronzes, enquanto o Brasil encerrou sua participação com dois ouros, duas pratas e seis bronzes.

Uma das medalhas de bronze foi conquistada por Jaqueline Ferreira (categoria até 75 quilos), atleta da Equipe Furnas - ela terminou em segundo lugar no arranque e ficou com a terceira colocação no total no evento-teste. Jaqueline sofreu uma lesão muscular na perna duas semanas antes da competição e, por ordens médicas, teve de ficar uma semana parada, sem sequer treinar.

- Esse período sem treinar refletiu no meu desempenho no Sul-Americano, infelizmente. Valeu pela medalha, mas o resultado não foi bom. Não cheguei nem perto do que eu esperava e do que vinha treinando - lamentou Jaqueline.

- Para piorar, ainda tive um pequeno acidente na área de aquecimento, porque as plataformas estavam escorregadias. Se tivesse repetido minha performance dos treinos antes da lesão teria ficado com a medalha de ouro. Agora é me recuperar fisicamente para garantir de vez a vaga olímpica no Pan-Americano em junho - completou a atleta.

O brasileiro Fernando Reis, que sofreu um estiramento no ligamento do cotovelo direito durante sua segunda apresentação no arranco e foi direto da Arena Carioca 1 para um hospital na Barra da Tijuca. Segundo a Confederação Brasileira de Levantamento de Pesos (CBLP) informou, a lesão é leve e, em quatro dias, Fernando poderá voltar a treinar.

Gustavo Nascimento, diretor de instalações do Comitê Rio 2016, disse que, de maneira geral, as áreas testadas apresentaram sucesso e que os pisos das plataformas de treinamento serão alvo de ajustes. Alguns atletas observaram que a superfície, apesar de aprovada pela Federação Internacional de Levantamento de Peso (IWF), estaria apresentando deformações depois de submetida ao constante impacto de barras e anilhas – que são soltas no ar pelo atleta após completar levantamento.

- Colocamos uma plataforma sob a inicial e o caso foi solucionado para este evento - disse Gustavo. Sam Coffa, presidente da Federação Internacional, anunciou, depois do evento-teste, que a IWF deve optar por uma outra solução, que é instalar uma base de madeira sob a plataforma de competição para dar mais estabilidade.