Caio Afeto, de highline

Caio Afeto se equilibra na highline, um dos esportes que pratica (Foto: Joshua Gaylard)

LANCE!
14/03/2016
15:46
Rio de Janeiro

Um dos atletas que fazem parte da equipe Furnas no Esporte, Caio Afeto começou a escalar em 2006, no Espírito Santo, estado no qual nasceu em 1987. Desde então, a vida dele tem sido uma busca contínua por adrenalina. A escalada o levou ao highline e, mais recentemente, ao base jumping, todos eles esportes radicais, que Caio espera reunir numa única forma de aventura.

- No momento, o meu maior objetivo é unir os três esportes que pratico. Quero escalar uma montanha, atravessar de highline e depois saltar de base jumping, me tornando um dos poucos atletas no mundo a ter realizado este projeto – disse Caio.

Como não existem competições específicas para as três modalidades, Caio tem uma rotina de treinos bem eclética. Ele sempre procura áreas que permitam a escalada de montanhas, o uso do highline, que trata-se de uma travessia por uma fita suspensa a vários metros de altura, na qual a essência é caminhar sem que haja uma queda, e o salto de base jumping, que exige o uso de paraquedas.

- Venho me aventurando nos ares, descobri o significado da palavra liberdade e estou podendo vivenciar este sentimento muitas vezes em minha vida. A intenção é usufruir cada vez mais – afirmou o aventureiro.

Desta forma, para treinar, Caio sempre tem que procurar um local, geralmente uma montanha, que ofereça a ele as características ideais para realizar os três esportes. Por isso, sempre tenta praticá-los no mínimo três vezes por semana:

- Posso comparar as modalidades que pratico às dos surfistas de ondas gigantes que viajam o mundo em busca do maior swell da temporada. Eu faço a mesma coisa, mas em busca de novas travessias.

Com tanta adrenalina na veia, Caio ainda terá muita aventura pela frente. O que mais virá pela frente?