Alison e Bruno Schmidt durante partida que deu vaga à semifinal  (Foto:Paulo Frank/CBV

Alison e Bruno Schmidt seguem preparação olímpica  (Foto:Paulo Frank/CBV

LANCE!
29/05/2016
16:59
Rio de Janeiro

O quarto título consecutivo ficou próximo, mas acabou escapando das mãos de Alison e Bruno Schmidt, atleta da Equipe Furnas. Os brasileiros, que estavam invictos há 23 jogos, acabaram superados pelos holandeses Nummerdor e Varenhorst na final do Grand Slam de Moscou, na Rússia, na manhã deste domingo. Vitória por 2 sets a 1 (21/19, 7/21, 17/15), em 48 minutos de jogo.

Foi a primeira derrota dos brasileiros contra a dupla holandesa, que havia sido vencida por Alison e Bruno Schmidt na final do Campeonato Mundial, em 2015, na Holanda, e na fase de grupos do World Tour Finals, no mesmo ano, nos EUA. O bronze na etapa de Moscou ficou com os poloneses Losiak e Kantor, que superaram os americanos Gibb e Patterson por 2 sets a 1 (21/19, 20/22, 12/15).

Alison e Bruno vinham de três títulos seguidos: FIVB Open de Vitória, etapa de Fortaleza do Circuito Brasileiro e o Superpraia. Com a prata de Moscou, a dupla conquista sua 12ª medalha em paradas do Circuito Mundial, agora com oito ouros, três pratas e um bronze. Na temporada 2016 do tour internacional eles possuem 17 vitórias e apenas duas derrotas.

A partida começou equilibrada, mas com ligeira vantagem dos brasileiros, que eram mais regulares nas viradas de bola. A liderança no placar durou até a parte final do set. Uma decisão polêmica do árbitro, porém, fez Alison e Bruno perderem o controle do jogo, deixando os holandeses virarem o placar e fecharem a parcial em 21 a 19.

O segundo set foi uma aula de voleibol. Alison e Bruno Schmidt foram perfeitos no saque, na defesa e na conclusão dos contra-ataques. Fecharam rapidamente a parcial por 21 a 7, contando também com erros não forçados de Nummerdor e Varenhorst.

Os brasileiros seguiram superiores no tie-break, variando os ataques pela entrada e meio da rede. Alison também se destacava no bloqueio, levando a melhor sobre Varenhorst. Os brasileiros tiveram três match points, mas acabaram atacando para fora. Os holandeses aproveitaram e assumiram a liderança, fechando em 17 a 15 para levarem o ouro.

Os times vencedores da etapa de Moscou nos dois gêneros somam 800 pontos no ranking do Circuito Mundial e garantem um prêmio de 57 mil dólares. Ao todo, 400 mil dólares são distribuídos aos atletas. Após Moscou, o tour segue para a Alemanha, com o Major Series de Hamburgo, última etapa que contabiliza pontos ao ranking olímpico.