Robinho, meio-campista do Cruzeiro (Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)

Robinho, meio-campista do Cruzeiro (Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)

RADAR/LANCE!
20/08/2016
13:56
Belo Horizonte (MG)

Robinho tem dois títulos catarinenses vestindo a camisa do Avaí. Uma das conquistas foi em 2012 diante do maior rival, o Figueirense, em pleno o estádio Orlando Scarpelli. No próximo domingo, às 18h30, o hoje camisa 19 do Cruzeiro retorna a casa do alvinegro catarinense para medir forças com o Furacão.

Por conhecer bem o próximo rival, Robinho pede atenção diante do Figueirense, que é treinado por Argel Fucks, comandante que trabalhou com o meia no seu começo de carreira no Mogi Mirim.

– Certamente teremos um jogo muito difícil. Eu sei bem da força do Figueirense jogando em casa. É um time que tem jogadores experientes e que no turno veio até Belo Horizonte e nos complicou num empate. Além disso, é uma equipe treinada pelo Argel, que eu conheço bem. Ele consegue motivar os jogadores e sabe disputar o Brasileirão. É só ver a largada que ele teve com o Internacional e também fez o Figueirense crescer nos últimos jogos – analisou Robinho, que fez mais de 100 jogos pelo Avaí.

No momento, o Cruzeiro ocupa o 18º lugar da Série A com 20 pontos e o Figueirense tem um ponto a mais na 17ª posição. Em resumo, o jogo em solo catarinense é daqueles considerados de seis pontos.

– Se vencermos, ultrapassaremos eles e dependendo da combinação de resultados já podemos sair do Z-4. Por outro lado, se tropeçarmos, eles podem abrir quatro pontos. É confronto direto, então não tem outro resultado que não podemos pensar do que a vitória. Respeitamos muito o Figueirense, até porque sabemos da força deles no Scarpelli, mas vamos nos impor para sair de campo com um grande resultado – garantiu.