Umbro - Cruzeiro

                                 Imagem sobre a parceria divulgada pelo Cruzeiro (Foto: Divulgação/Cruzeiro)

LANCE!
25/04/2016
17:35
Belo Horizonte (MG)

O Cruzeiro oficializou nesta segunda-feira, através do seu site oficial, a Umbro como nova fornecedora de material esportivo do clube. O vínculo vai até dezembro de 2019 e a estreia da primeira coleção acontecerá para o duelo diante do Coritiba. Com a oficialização da Umbro, a parceria da Raposa com a Penalty, iniciada em dezembro de 2014, chega ao fim antes do previsto em contrato, que só terminaria em dezembro do ano que vem.

A estreia da primeira coleção da Umbro acontecerá na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, marcado para o segundo fim de semana do próximo mês, quando o Cruzeiro visitará o Coritiba.

A possibilidade de uma troca de fornecedor de material esportivo já vinha sendo tratado desde fevereiro pelo Cruzeiro, que se mostrou insatisfeito com atrasos nos repasses financeiros da Penalty.


Os valores da parceria não foram revelados, mas o acordo é celebrado como o maior da história do Cruzeiro.

– Quero dar boas vindas a Umbro aqui no Cruzeiro. Tenho certeza que pela qualidade do material e pela grandeza da empresa, será um sucesso a camisa da Umbro no Cruzeiro, tanto na conquista de títulos quanto na venda de material esportivo, já que era um desejo antigo da torcida cruzeirense em ter a marca em nosso clube – destacou Gilvan de Pinho Tavares, presidente do Cruzeiro, ao site oficial do clube.


Já Eduardo Dal Pogetto, gerente de Sports Marketing do Grupo Dass, empresa responsável pela gestão da Umbro no Brasil, falou sobre a importância do acerto com o Cruzeiro:

– Estamos em um momento ascendente, presente em times de grande expressão. Firmar essa parceria com o Cruzeiro é uma ótima oportunidade de fortalecimento e ganho de espaço, não só no estado mineiro, mas em todo país.

Neste século, o Cruzeiro já contou com cinco forncedoras de material esportivo diferentes: Topper (de 1998 até 2005), Puma (2006-2008), Reebok (2009-2011), Olympikus (2012-2014) e a já citada Penalty.