Thiago Neves

Thiago Neves quer aumentar números contra o Coritiba, nesta quarta-feira (Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro)

LANCE!
16/10/2017
12:50
Belo Horizonte (MG)

Thiago Neves vem realizando uma boa temporada pelo Cruzeiro. Além de ser artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro, com sete gols, o jogador também se destaca quando o assunto é deixar os companheiros em condições de balançar as redes. Na última quarta, ele foi o autor do passe que rendeu o gol de Rafael Sóbis na vitória por 1 a 0 sobre o Grêmio. Esta foi a 12ª assistência do meia na temporada. De olho na partida contra o Coritiba, Thiago Neves espera que seus números cresçam já nesta rodada.

- Procuro servir quem está melhor posicionado. Não sou fominha. Perto do gol, vejo quem está melhor para finalizar. No último jogo era o Rafa. É isso que está facilitando as assistências. Na bola parada estou caprichando bastante também, a gente tem jogadores com capacidade para fazer os gols. Quem sabe contra o Coritiba uma ou duas (assistências) para atingir essa meta - disse o jogador durante entrevista coletiva realizada nesta segunda, na Toca da Raposa II.

Com 13 tentos anotados em 48 jogos, Thiago Neves não deixa a desejar na hora de balançar as redes. Apesar de estar próximo de Rafael Sóbis, artilheiro do Cruzeiro na temporada, com 15 gols, o meia deixa de lado a disputa pela maior quantidade de gols marcados e diz que seu papel é dar condições para que seus companheiros de ataque marquem.

- A obrigação dele é fazer gols. Eu sou meia, tenho que servir (risos). Rafa, Sassá, esses aí que têm de ser os artilheiros do time. Estou ali para servi-los. Chego devagarzinho, mas não estou preocupado em ser o artilheiro do time. Deixo para o Rafa, até pelo momento ruim que ele estava passando. Fico feliz por ele ser o artilheiro do Cruzeiro nesta temporada.

O jogador ainda falou sobre a importância de a equipe manter uma boa sequência na reta final do Campeonato Brasileiro, na tentativa de brigar pela vice-liderança ou até sonhar com o título, já que o Cruzeiro tem 11 pontos a menos do que o Corinthians.

- É o nome de todo mundo que está em jogo. O Corinthians chegou a abrir 20 pontos da gente, agora já estamos encostando. É importante para o clube também ficar com o vice-campeonato. É correr atrás dos outros, torcer por outros tropeços e fazer a nossa parte. Não tem que pensar em ninguém, a gente está tranquilo no campeonato. Se tiver que ser o vice, que seja, está valendo. O título da Copa do Brasil e o vice-campeonato brasileiro estariam de bom tamanho - completou.

Apesar de ter garantido a vitória antecipada sobre a Ponte Preta, os resultados da rodada não ajudaram a Raposa, que acabou caindo para a quinta colocação. Com vaga garantida na Libertadores de 2018, o time celeste foi superado pelo Palmeiras, que agora ocupa o quarto lugar na tabela do Brasileirão. Agora, o Cruzeiro se prepara para enfrentar o Coritiba às 19h30 desta quarta-feira, no estádio Couto Pereira.