RADAR / LANCE!
19/07/2016
14:18
Belo Horizonte (MG)

O destino de Riascos no Cruzeiro está traçado. Em nota oficial emitida na tarde desta terça-feira, o clube comunicou o afastamento do atacante, que foi pivô de uma declaração polêmica após a derrota da equipe para o Fluminense, no último domingo e, mais tarde, sua negociação:

"“A diretoria do Cruzeiro, em reunião realizada hoje, manteve a posição de afastamento do atleta Riascos até que seja decidido o futuro do jogador. O clube esclarece ainda que já estava negociando os direitos econômicos de Riascos e que está agilizando o processo".

O colombiano não teve papas na língua ao criticar, em entrevista à Rádio Itatiaia, a equipe ao fim da derrota da equipe para o Fluminense, por 2 a 0:

- Não está normal. Não estou feliz com isso que está acontecendo. Tem que encontrar uma solução, porque não pode tirar minha felicidade para jogar essa m... aqui.


O "caso Riascos" teve idas e vindas nos últimos dias. Horas após o incidente, o diretor de futebol celeste, Thiago Scuro, anunciou o afastamento de Riascos. Porém, na última segunda-feira, o presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, questionou a postura do dirigente e admitiu rever posição.
Após a reunião desta terça-feira, a opção pelo afastamento de Riascos foi concretizado. Após ter uma passagem discretíssima no seu primeiro ano no Cruzeiro (com quatro jogos e nenhum gol marcado), o colombiano foi cedido ao Vasco e se destacou na conquista do Campeonato Carioca. De volta à Toca, Riascos jogou 11 partidas e marcou dois gols, mas nunca mostrou-se plenamente satisfeito.