Sánchez Miño durante apresentação (Foto: Site Oficial / Cruzeiro)

Sánchez Miño crê que Matías Pisano o ajudará em adaptação no Brasil (Foto: Site Oficial / Cruzeiro)

RADAR / LANCE!
08/01/2016
17:31
Belo Horizonte (MG)

A maneira como o futebol do Cruzeiro é respeitado em nível internacional ditou a primeira entrevista coletiva de Sánchez Miño como jogador celeste. Não escondendo a motivação durante apresentação realizada na tarde desta sexta-feira, o argentino exaltou que o desejo de manter a Raposa como a temida "La Bestia Negra": 

- O Cruzeiro é um clube muito conhecido na América. É conhecido como La Bestia Negra. Pela reputação internacional e pelo seu protagonismo na América do Sul e no futebol brasileiro, é algo importante para um jogador. A verdade é que tinha muita vontade de vir, tanto minha quanto do clube. 

O jogador de 26 anos, novo camisa 7 do clube, revelou que a grandeza celeste pesou em meio às várias propostas que recebeu para a temporada. Em seguida, Sánchez Miño destacou que está à disposição para atuar em qualquer setor no qual tem condições:

- Dentro de campo, creio que vou jogar pelo lado esquerdo, tanto como lateral, como volante ou como ponta. Posso jogar nessas posições e o técnico é quem vai escolher. Quero ajudar a equipe, os companheiros e que eu seja um jogador importante para o Cruzeiro.

Ao falar sobre a iminente chegada do compatriota Matías Pisano, aguardado neste sábado, o argentino teceu elogios ao ex-jogador do Independiente:

- É um grande jogador, estava em um grande clube da Argentina. É sempre bom ter um jogador da Argentina a mais aqui.

Em seguida, o meia prometeu defender com dedicação a camisa celeste:

- É uma grande oportunidade estar em um clube tão importante quanto o Cruzeiro. Tem que ter toda a seriedade que merece o clube. No dia 27, começa tudo e temos que começar muito bem para ajudar.

Além de Sánchez Miño, o Cruzeiro já anunciou o meia Bruno Nazário e os atacantes Rafael Silva e Douglas Coutinho. Matías Pisano deve oficializar o seu acerto neste sábado.