Riascos - Cruzeiro

Riascos cobra cerca de R$ 5 milhões do Cruzeiro (Foto: Mourão Panda/Fotoarena/Lancepress!)

RADAR / LANCE!
30/08/2016
12:04
Belo Horizonte (MG)

O impasse entre Riascos e Cruzeiro promete ganhar novos desdobramentos. Além de não comparecer à primeira audiência da ação que moveu contra o Cruzeiro, na 27ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte, a possibilidade de um acordo foi descartada por seu representante, o atleta Samuel.  

Com a falta de acordo, uma nova audiência foi marcada para 2 de maio de 2017. Porém, o jogador de 30 anos mantém uma liminar na qual pede rescisão de contrato com o clube celeste. 

Após o julgamento da primeira audiência, o diretor jurídico do clube, Fabiano Oliveira, disse ao "Estado de Minas" que o Cruzeiro descarta do pedido de Riascos

- O Cruzeiro está tranquilo. A legislação é muito clara. O atleta pode sair desde que pague a cláusula indenizatória. Ele alega uma série de argumentos para a rescisão indireta, mas discordamos do que foi apresentado. Quanto à liminar, o clube está otimista porque ele não pode simplesmente se furtar do dever de cumprir o contrato.

Além do diretor jurídico, o clube celeste foi representado pelo supervisor de futebol, Pedro Moreira, o diretor de futebol, Thiago Scuro. O representante do colombiano não se manifestou.

Riascos pleiteia na ação o pagamento de uma cláusula compensatória, considerando salários até o fim do contrato, e pagamento por danos morais, em um montante que totaliza R$ 5.148.129,08. O atacante está afastado desde 17 de julho, quando vazou um áudio no qual criticou asperamente a situação da equipe no Brasileirão.