Ariel Cabral, meio-campista do Cruzeiro (Foto: Pedro Vilela/Light Press/Divulgação Cruzeiro)

Com interino, volante perdeu espaço e ficou na reserva com Delamore (Foto: Pedro Vilela/Light Press/Cruzeiro)

RADAR/LANCE
07/05/2016
08:25
Belo Horizonte (MG)

Desde que chegou ao Cruzeiro, o volante Ariel Cabral caiu nas graças do torcedor, tendo sido um dos pilares do time na recuperação do bom futebol no final do ano passado. Porém, em 2016 o argentino não tem conseguido repetir tanto as boas apresentações e acabou perdendo a titularidade. Pelo menos é este o pensamento do técnico interino Geraldo Delamore. No meio de semana, o auxiliar técnico barrou Cabral do time titular e adotou o esquema com dois volantes para a partida contra o Campinense. Após o jogo, Delamore se explicou.

- Quero esclarecer à torcida do Cruzeiro que fique bem tranquila com relação ao Ariel Cabral. Ele goza de respeito e admiração de todos no clube. Pelo caráter, pela liderança, pela qualidade técnica. As oscilações são normais. Tenho certeza que o Ariel, pelo jogador que é, vai se recuperar. Então quero tranquilizar o torcedor do Cruzeiro com relação a isso - comentou o interino.

Ariel Cabral começou o ano como titular, perdeu a vaga com Deivid, mas ficou apenas dois jogos no banco. Após apresentações ruins diante do América e Campinense, o argentino volta a experimentar o banco de reservas. Se comandar o time na próxima terça-feira, contra o Londrina, Delamore já deu indícios de que poderá manter o atual esquema com dois volantes.

- Houve vários ajustes táticos durante o Campeonato Mineiro. Agora, voltei para o 4-2-3-1. Existe sim espaço para aprimorar a evolução da equipe nesse sistema. Mas tudo isso passa pelo desenrolar da temporada. De repente, o novo treinador contratado pelo Cruzeiro pode optar por outro esquema – acrescentou.