Sanchez Mino - Cruzeiro

Washington Alves/Light Press

LANCE!
29/05/2016
14:35
Belo Horizonte (MG)

Novamente improvisado na lateral esquerda, Sánchez Miño deixou o Mineirão, na tarde desse sábado, no empate com o América-MG, vaiado pela torcida do Cruzeiro. A atuação do argentino gerou críticas por parte do público que compareceu ao Gigante da Pampulha, mas não foi suficiente para o português tirá-lo de campo e colocar o jovem Bryan, contratado junto ao adversário do fim de semana.

Mas por que o europeu prefere improvisar o gringo na função a utilizar o atleta recém-contratado para ocupar uma vaga no setor? Ele mesmo respondeu ao questionamento na noite desse sábado (28), ainda na sala de imprensa do estádio.

– A questão de ser lateral esquerdo de ofício... O Miño jogou sempre nesta posição, pelo que vi antes de chegar. Vai depender da nossa estratégia para cada jogo. Vai depender também do calendário e daquilo que temos que gerir, como fizemos hoje (sábado) em outras duas posições, na lateral direita (Lucas foi poupado por desgaste muscular, com Gino sendo improvisado) e zagueiro (Bruno Rodrigo deu lugar a Léo) – disse.

– Vamos sabendo que o Bryan é um jogador de características mas ofensivas. Vai depender muito do nosso pensamento e estratégia para cada jogo – acrescentou.